Siga o OTD

Vôlei

Em grande partida, Polônia vence o Brasil na Liga das Nações

Brasil é irregular, poloneses contam com grande jogo de seus ponteiros e vencem no tie break

Divulgação FIVB

Na abertura da fase final da Liga das Nações de vôlei, o Brasil enfrentou a Polônia, nesta quarta-feira (10), em Chicago, nos Estados Unidos. Em grande partida dos atacantes poloneses, a equipe brasileira acabou sendo superada por 3 sets a 2. O maior pontuador do jogo foi Wallace, com 21 bolas no chão, já pelo lado europeu Bednorz terminou com 18. Os brasileiros voltam a quadra na sexta-feira (12), contra o Irã.

-CONFIRA A TABELA DA LIGA DAS NAÇÕES MASCULINA DE 2019

Com um bom aproveitamento no saque, a Polônia abriu vantagem logo nos primeiros pontos do jogo, colocando 5 a 1 no marcador e obrigando a parada. Na volta, o Brasil cresceu no jogo, conseguiu crescer no sistema defensivo, marcando alguns pontos de bloqueio, com Bruninho e Flavio, encostando no placar e assumindo a liderança na segunda parada técnica, com 16 a 14.

Na reta final, a Polônia voltou a aproveitar melhor os ataques, a defesa começou a gerar alguns contra-ataques e, com uma inversão do 5/1, os bloqueios começaram a pontuar. Nos pontos finais, o Brasil aumentou um pouco o número de erros e, em um de Lucarelli, acabou sendo derrotado por 25 a 23.

Na segunda parcial o jogo mudou. Defendendo muito mais do que no primeiro momento do duelo, o Brasil logo abriu vantagem no marcador, colocando 6 a 2, e obrigando o pedido de tempo dos adversários. Na volta, a Polônia retomou o ritmo apresentado no primeiro set, mantendo a diferença na casa de três pontos até a primeira parada técnica, com 8 a 5.

Na sequência dos pontos, os polonês cresceram em todos os fundamentos, diminuindo os erros e equilibraram o duelo, conseguindo deixar a diferença em 16 a 15 na segunda parada técnica. No terço final, a igualdade entre as ações se manteve, com o Brasil tendo uma pequena vantagem no momento decisivo, saindo com a vitória pela diferença mínima, devolvendo o 25 a 23.

Diferente das parciais anteriores, a terceira começou mais equilibrada. Com Polônia e Brasil trocando pontos, chegando na parada técnica com 8 a 7 para os brasileiros. Na volta, os comandados de Renan Dal Zotto cresceram e com um cartão vermelho para os poloneses, abriram 16 a 11.

Na volta, após uma confusão organizada pelo técnico da Polônia, a seleção europeia foi outra. Aproveitando um momento de instabilidade do Brasil em todos os fundamentos, os poloneses chegaram no placar e conseguiram assumir a liderança. Na reta final, aproveitando os inúmeros erros brasileiros, os atuais campeões mundiais fecharam em 25 a 21 e fizeram 2 a 1 no jogo.

Precisando da vitória a todo custo, o Brasil começou mudado no quarto set. Com a entrada de Cachopa e Isac, o time brasileiro teve um início arrasador e abriu 8 a 3. Na continuação dos pontos, os brasileiros mantiveram o ritmo, até a metade dos pontos. Neste momento da parcial, a Polônia voltou a aumentar seu volume de jogo e encostou. Na reta final, Leal e Wallace apareceram e deram a vitória para o lado verde e amarelo, fechando em 25 a 21, forçando o tie break.

Nele, os poloneses começaram melhor e abriram 6 a 3. A resposta do Brasil veio com Wallace, que com uma sequência de pontos, igualou em 6 pontos. Após a virada de lado, a Polônia cresceu no saque e no bloqueio e voltou a abrir pontos de vantagem, com 12 a 8, rumando para a vitória, que veio com 15 a 9.

Mais em Vôlei