Siga o OTD

Vôlei

William vibra com 13ª final nacional: “falta um título com o Sesi”

Com nove títulos em 13 decisões consecutivas, o Mago registra marca expressiva nos principais torneios nacionais

william, ex-sesi, interessa o minas no mercado do vôlei masculino
Divulgação

Com a vitória do Sesi-SP sobre o Taubaté, no último sábado (04), na Arena Suzano, a equipe da capital paulista prorrogou a definição do grande campeão da Superliga masculina de vôlei desta temporada. A vitória por 3 sets a 1 empatou a série decisiva em 2 a 2. O levantador William, experiente e multicampeão, garantiu sua 13ª participação consecutiva em finais do principal torneio nacional da modalidade pelos times por onde passou.

De 2006 a 2010, William defendeu as cores do Bolívar, o maior vencedor da história da Liga Argentina. E o atleta de 39 anos contribuiu para aumentar a galeria de troféus do clube. Ao todo, são oito conquistas entre todos os tempos. Durante o período em que esteve por lá, o brasileiro manteve um total de 100% de aproveitamento nos confrontos derradeiros. Em quatro decisões, foram quatro títulos.

Logo em seguida, o Mago se transferiu para o Cruzeiro, que teve uma sequência brilhante na Superliga, quebrada justamente na edição 2018/2019. Em terras mineiras, William faturou cinco taças em sete possíveis com a camisa celeste.

Desde 2017 no Sesi, o campeão olímpico seguiu a trajetória de sempre brigar entre os principais colocados. Logo na primeira temporada, o time da Vila Leopoldina foi derrotado pelo próprio Cruzeiro (2017/2018). Diante do Taubaté, William projeta um resultado diferente nesta finalíssima. “O importante foi o time encarar os jogos como uma final mesmo. Temos que entrar com esse mesmo espírito para o próximo jogo. Temos as nossas qualidades, eles têm as deles. É importante tirar essa lição, saber que existem várias formas de se vencer uma partida, mesmo eles estando em um bom dia. Vamos levar isso para o quinto jogo”.

Acerca da 13ª terceira decisão consecutiva, William vibra com o momento especial na carreira e deseja ser campeão com o Sesi. “Eu fico feliz. Acho que é um número expressivo, disputar finais é muito difícil. É um campeonato longo, equilibrado. Nove finais de Superliga no Brasil e quatro na Argentina, sem dúvidas é uma marca para mim muito bacana. Acho que falta ganhar um título com o Sesi, essa instituição merece”, avaliou.

“É um trabalho sério. O Sesi é uma escola e a gente serve de exemplo para essa molecada. Eu quero muito conquistar esse título, vou lutar até o final porque seria um marco muito bacana e importante para a minha carreira”, complementou William.

O duelo decisivo entre Sesi e Taubaté acontecerá no próximo sábado (12), às 21h30 (de Brasília), também na Arena Suzano. Quem vencer leva o título.

APOIE O OLIMPÍADA TODO DIA

Desde setembro de 2016, o Olimpíada Todo Dia não deixa você ter saudade dos Jogos nunca. É o único veículo de comunicação que todos os dias traz a trajetória dos atletas olímpicos e paralímpicos, combatendo a monocultura do futebol e na busca de ajudar a mudar a cultura esportiva do Brasil. Gosta do nosso trabalho? Nos apoie! Faça um pix para [email protected]

Outra alternativa para nos apoiar é usando o cupom OTD em compras na Centauro. Com o cupom, você ganha 10% de desconto na compra de equipamentos esportivos e parte do valor será revertido para o Olimpíada Todo Dia. Vale lembrar que os descontos não são cumulativos. Se alguma peça já estiver em oferta, você não conseguirá aumentar o desconto, mas se colocar o cupom OTD, parte do valor vai ajudar o portal do mesmo jeito. Você pode comprar também pela vitrine do OTD no site das Centauro.

Mais em Vôlei