Siga o OTD

Vôlei

Fora de casa, Minas vence o Vôlei Ribeirão pela Superliga

Com o resultado positivo, a equipe mineira subiu para o quinto lugar e chegou aos 36 pontos, mesma pontuação do Sesc-RJ, o quarto colocado da Superliga.

Renan Bin/FollowX Comunicação

Fora de casa, Minas vence o Vôlei Ribeirão pela Superliga

Mais um grande resultado para o Minas na Superliga Masculina 2018/19. Fora de casa, a equipe minastenista venceu o Vôlei Ribeirão, por 3 sets a 0 (27/25, 25/22 e 26/24), e se mantém na briga pelo quarto lugar na tabela de classificação, que dá vantagens ao time nas quartas de final.

Com o resultado positivo, a equipe subiu para o quinto lugar e chegou aos 36 pontos, mesma pontuação do Sesc-RJ, o quarto colocado. Nos critérios de desempate, o time carioca leva a melhor. Já o Vôlei Ribeirão é o nono colocado com 19 pontos.

+CONFIRA A TABELA DA COMPETIÇÃO

O ponteiro Honorato foi um dos maiores pontuadores do jogo, com 13 pontos, e levou o Troféu Viva Vôlei, de melhor jogador em quadra. Rodrigo Telles, do time paulista, também anotou 13 pontos.

A disputa pela quarta posição na tabela ficou para a última rodada da fase classificatória, que será no próximo sábado (16/3). Todos os times jogarão às 19h30. O Minas encara o Caramuru Vôlei, em Ponta Grossa (PR), e o Sesc-RJ enfrenta o Vôlei Ribeirão, em Ribeirão Preto (SP). O Vôlei Renata, que está em sexto lugar com 34 pontos, também está na briga e vai jogar contra o Vôlei Um Itapetininga, fora de casa.

“Temos pela frente mais um jogo importante no campeonato. Nosso time sempre trata o próximo jogo como o mais importante e, agora, ainda mais, pois temos chances de ficar em quarto lugar. Temos que ir com tudo para o jogo contra o Caramuru, que está brigando contra o rebaixamento. Vai ser um jogo muito duro e não podemos oscilar tanto como hoje. Temos que ser mais decisivos ao longo da partida”, afirmou Henrique Honorato.

A delegação minastenista, que conta com os levantadores Marlon e Carísio, os ponteiros Honorato, Bob Dvoranen, Piá e Lucas, os opostos Felipe Roque e Davy, os centrais Flávio, Cledenilson e Matheus Bispo, e os líberos Maique e Rogerinho, segue direto para Ponta Grossa, no Paraná, para a partida decisiva do próximo sábado (16/3).

Mais em Vôlei