Siga o OTD

socorro reis mundial fórmula kite vela

Vela

Sem ventos, apenas Socorro Reis estreia no Mundial de Fórmula Kite

Torre Grande, na Itália, teve um dia fraco de ventos e poucas regatas foram realizadas na abertura do Mundial

Socorro Reis faz sua estreia no Mundial de Fórmula Kite (@onboardsports)

Sem ventos, apenas Socorro Reis estreia no Mundial de Fórmula Kite

As regatas oficiais do Mundial de Fórmula Kite estavam programadas para esta quarta-feira (13), em Torre Grande (Oristano), na Itália. Contudo, a falta de ventos permitiu, apenas, a realização de duas regatas da competição feminina. Socorro Reis terminou o primeiro dia no 32º lugar.

A brasileira iniciou sua participação no Mundial de Fórmula Kite com um 16º lugar. Na segunda regata do dia, Socorro Reis repetiu a mesma colocação. Já na última do dia, ela conquistou um 15º lugar.

“O vento estava médio, só que deu uma rondada e morreu. Mas antes da gente pegar a boia de contra-vento, ele simplesmente morreu. Várias pessoas caíram na água e só algumas conseguiram terminar a prova. Quem pegou a direita se de mal”, disse Socorro Reis após um dia bem complicado.

Com 47 pontos somados, a velejadora encerrou a disputa no 32º. Na vela, a pontuação é invertida. A vencedora soma um ponto, enquanto a 45ª soma 45 pontos. Vence quem somar menos pontos ao final de todas as regatas.

Pelo Mundial de Fórmula Kite, 16 regatas estão programadas para cada gênero. Só então, os melhores disputam a semifinal e a final.

+ Copa Brasil começa em Ilhabela

Após três regatas, Daniela Moroz é a líder. A norte-americana venceu as três provas e lidera com três pontos. A britânica Katie Dabson é a segunda colocada (7 pontos), enquanto a Nina Arcisz polonesa é a terceira (9).

Brasucas na área

Líder do ranking mundial, Bruno Lobo não pôde competir na abertura do Mundial de Fórmula Kite. Sem ventos, as quatro regatas programadas para a disputa masculina não foram realizadas. Além dele, o Brasil também conta com Cláudio Cruz na competição entre os homens.

“Um dia meio monótono. Queria muito começar as regatas. O vento começou a aumentar, mas de repente parou. Mas a previsão do tempo é que o vento melhores nos próximos dias”, disse Lobo.

bruno lobo mundial fórmula kite vela
Primeiro do ranking, Bruno Lobo chega como um dos favoritos (@onboardsports)

Em agosto deste ano, Bruno Lobo conquistou Pan-Americano da categoria em Cabaret, na República Dominicana. Já Socorro Reis ficou com a prata.

Ansiosa para cair na água, Cláudio Cruz espera dias melhores. “O vento morreu, primeiro ele torceu e depois morreu. Vai ficar para amanhã a nossa estreia”, completou o veterano.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM E NO FACEBOOK

Rumo a Paris!

As regatas são as primeiras válidas como Campeonato Mundial da IKA (Associação Internacional de Kiteboarding) realizadas nos mesmos formatos das regatas da vela olímpica, já que a disputa entrou no programa de Paris-2024. O evento da edição de 2019, que foi continental, atraiu quase 100 atletas na Sardenha.

”O evento ganhou cada vez mais participantes e importância, principalmente após a confirmação da entrada nos Jogos Olímpicos. Os atletas brasileiros estão bem confiantes para as regatas aqui na Itália. O profissionalismo das equipes européias deve ser destacado também”, disse Flávio Perez, team leader da Equipe Brasileira de Vela em Torre Grande.

Mais em Vela