Siga o OTD

Pia Sundhage renova com a CBF e comanda a seleção feminina até 2024

Tóquio 2020

Pia Sundhage renova com a CBF e comanda a seleção feminina até 2024

Anúnico da renovação de Pia Sundhage com a CBF aconteceu pouco antes da convocação para o Torneio She Believes. Ivana Fuso, do Manchester United, é a novidade da lista

Pouco antes de Pia Sundhage anunciar a lista de convocadas da seleção brasileira de futebol feminino para a disputa do Torneio She Believes, o presidente da CBF, Rogério Caboclo, tomou a palavra para anunciar a renovação de contrato com a treinadora até 2024. Dessa maneira, ela será a treinadora da equipe não só nos Jogos Olímpicos de Tóquio, mas também nos de Paris e na Copa do Mundo de 2024.

+ TUDO SOBRE FUTEBOL FEMININO

“Desde o início, quando nos encontramos, em julho de 2019, no início do trabalho dela, eu e a Pia concordamos que o trabalho deveria ser a longo prazo. Eu acredito em trabalhos de longo prazo. E, portanto, a princípio, firmamos um compromisso para as Olimpíadas de Tóquio. Esse cronograma foi alterado, na medida em que as Olimpíadas foram prorrogadas para 2021 e o nosso plano de postergação do contrato veio antes daquilo que a gente imaginava, porque estamos muito satisfeitos e convencidos do trabalho que vem sendo desenvolvido pela Pia e pela comissão técnica do Brasil”, afirmou cartola, antes de passar a palavra para Pia Sundhage, que, antes de mais nada, agradeceu.

“Eu estou emocionada, meu coração está batendo forte. Isto é uma coisa muito importante. Eu fui chamada pelo Presidente e disse ‘sim’. Eu me apaixonei por esse país, pela gente super simpática, pelo futebol e fico muito feliz. Eu não quero perder esta oportunidade, porque as coisas estão acontecendo neste país. Então, muito, muito obrigada, CBF! E muita obrigada, Presidente!”, disse a treinadora.

Neste ciclo de um ano e seis meses, Pia Sundhage comandou a Seleção Brasileira Feminina em 13 jogos preparatórios. Somou oito vitórias, quatro empates e apenas uma derrota. Desde a sua chegada, o Brasil subiu três posições no Ranking de Seleções da FIFA. Após a Copa do Mundo França 2019, a Canarinho estava na 11ª colocação. Atualmente, ocupa a 8ª posição, empatada com o Canadá, ambos com 1.958 pontos. Feliz com a oportunidade de sequência do projeto, Pia falou sobre o desafio de mais três anos como técnica da seleção feminina.

“Temos desenvolvido o futebol feminino como um todo. A Seleção Brasileira está sendo desenvolvida não só no profissional, mas também na base. As competições têm crescido e se fortalecido, dando para as comissões técnicas as oportunidades de observar as atletas, desenvolver novos talentos e fortalecer as nossas Seleções. Fico muito feliz de fazer esse anúncio e tenho certeza que temos aqui um crescimento contínuo, seguindo etapas, um ciclo virtuoso de trabalho. A Pia e a sua comissão técnica, ao nosso ver, vêm fazendo um trabalho transformador e alegre que conta com a empatia de todos, das jogadoras, dos torcedores e da direção. Portanto, nada melhor do que podermos anunciar a continuidade desse trabalho primoroso”, finalizou o presidente da CBF.

O TORNEIO

Logo depois de ter sua permanência anunciada, Pia Sundhage anunciou a convocação de 25 jogadoras para o Torneio She Believes (confira a lista abaixo) e ressaltou a importância de encarar grandes desafios a fim de obter a melhor preparação possível para os Jogos Olímpicos. No próximo mês, a Canarinho enfrentará as Seleções do Canadá, da Argentina (substituindo o Japão) e as donas da casa, os EUA. 

Durante coletiva de imprensa, a treinadora deixou claro que ainda pretende testar sua equipe diante de outras forças do futebol mundial antes da Olimpíada, sobretudo rivais europeias. De acordo com Pia, desta forma o Brasil conseguirá seu melhor nível de desempenho para ir em busca do sonho do ouro olímpico.

“Primeiro, é ótimo termos jogos. Como sabemos, vamos jogar com a Argentina. Vamos ter três jogos bem diferentes (no Torneio She Believes), que vão nos ensinar muito. Todo jogo ensina muito. Agora teremos jogos contra grandes seleções, o que é muito empolgante. Então teremos respostas, vamos descobrir o quão bom somos. Sim, gostaríamos de jogar na Europa, esperamos que nas próximas Datas FIFA possamos ir para lá. Até porque, para mim, é importante termos diferentes tipos de adversários. Agora temos três rivais bem diferentes. Mas as equipes europeias têm um estilo bem distinto, que também queremos enfrentar”, revelou Pia, antes de explicar a expectativa de encarar os EUA, atuais campeãs mundiais.

“É sempre empolgante jogar contra os melhores. E os EUA é a melhor seleção do mundo. Aí entram muitos fatores. A gente pode começar a pensar: ‘será que a gente vai conseguir se defender de certas jogadoras? E as jogadas aéreas? ’. Cada segmento do campo traz um ensinamento para nós. Outras adversárias também, quando vemos a Holanda, podemos ver que elas são fortes fisicamente, jogam duro e com ótima velocidade. Então é um bom teste para ver se nossa defesa está no caminho certo… Tenho muita fé nesse time, porque temos jogadoras experientes, mas também atletas jovens que trazem um frescor necessário para fazer a diferença”, completou a técnica da Seleção Brasileira.

NOVIDADE NA CONVOCAÇÃO

Ivana Fuso, do Manchester United, foi convocada pela primeira vez por Pia Sundhage

A principal novidade da convocação de Pia Sundhage para o Torneio She Believes foi a presença da meia Ivana Fuso, de 19 anos, que defende o Manchester United, da Inglaterra. Nascida em Salvador, a jogadora tem nacionalidade alemã e já defendeu o país europeu nas categorais de base. Em sua curta carreira, passou pelos alemães SV Böblingen, apenas na base, e Freiburg e pelo Basel, da Suíça, antes de se transferir para o futebol inglês.

Logo após ser convocada, Ivana Fuso postou em suas redes sociais: “Obrigado! Estou muito feliz com isso, novo desafio”.

A convocação da jogadora é uma estratégia para impedir que a seleção brasileira perca talentos para outros países. Por conta disso, a atacante Giovana Queiroz, de 19 anos, que atua no Barcelona, voltou a ser convocada. Nas categorias de base, ela defendeu a seleção espanhola.

“É interessante também ver essas jogadoras novas, como a Ivana, por exemplo, que é muito forte, tem uma leitura muito clara de jogo e também tem uma certa ‘brasilidade’. Ela para o futuro vai ser muito importante. Como vou ficar aqui por mais alguns anos, fico muito ansiosa para acompanhar essas jovens como a Ivana e a Giovana”, concluiu a treinadora.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM E NO FACEBOOK

QUEM VAI PARA O SHE BELIEVES?

Confira a lista completa de convocadas pela técnica Pia Sundhage:

Goleiras: Bárbara – Avaí/Kindermann; Aline Reis – UDG Tenerife; Letícia I. – Benfica

Defensoras: Fabiana – Internacional; Tamires – Corinthians; Camila – Palmeiras; Tainara – Palmeiras; Rafaelle – Changchu Dazhong; Bruna Benites – Internacional; Jucinara – Levante UD; Antonia – Madrid CFF

Meias: Formiga – PSG; Luana – PSG; Andressinha – Corinthians; Júlia – Palmeiras; Andressa Alves – AS Roma; Marta – Orlando Pride; Adriana – Corinthians; Chú – Palmeiras; Ivana Fuso – Manchester United

Atacantes: Ludmila – Atlético de Madrid; Debinha – North Carolina Courage; Bia Zaneratto – Wuhan Xinjiyuan; Cristiane – Santos; Giovana Queiroz – Barcelona

Mais em Tóquio 2020