Siga o OTD

Antuérpia-1920 - Afrânio Costa - Primeiro medalhista olímpico do Brasil

Olimpíada

Quem foi Afrânio da Costa, 1º medalhista olímpico do Brasil

Em 2 de agosto de 1920, Afrânio Costa conquistou a prata no tiro e se tornou o primeiro brasileiro a subir ao pódio olímpico

Afrânio, de braçadeira branca, ao lado de Guilherme Paraense (Afrânio da Costa/arquivo pessoal)

Quem foi Afrânio da Costa, 1º medalhista olímpico do Brasil

Há exatos 100 anos, Afrânio da Costa fazia história. Ele foi o primeiro medalhista olímpico do Brasil, quando faturou a prata na pistola livre, em 2 de agosto, nos Jogos da Antuérpia-1920. No mesmo dia, ele ainda foi decisivo para a conquista da segunda medalha olímpica do Brasil. Foi o bronze por equipes, com seu desempenho como último atirador do time.

A atuação dele se torna ainda mais importante, porque foi descoberto que ele, como chefe da delegação de tiro esportivo naquela Olimpíada, pediu equipamentos emprestados aos norte-americanos, já que os brasileiros tiveram os seus materiais roubados antes da competição.

+Brasil completa 100 anos de história nos Jogos Olímpicos

A trajetória de Afrânio

Nascido em Macaé em 14 de março de 1892, Afrânio da Costa se formou em direito em 1912 e foi nomeado juiz, em 1931. Ocupou cargos de destaque, como ministro do Tribunal Federal de Recursos e ministro do Supremo Tribunal Federal – onde comandou as eleições para presidente e para o Congresso em 1946. Aposentado da Magistratura, se dedicou a gerenciar o hospital Santa Casa de Misericórdia do Rio de Janeiro, de 1960 a 1976.

O legado de Afrânio da Costa para o esporte brasileiro, no entanto, é enorme. Diretor de tiro esportivo do Fluminense, ele ajudou a construir o primeiro estande para os atletas no clube. E foi justamente nas Laranjeiras que a equipe brasileira se preparou para sua estreia em Jogos Olímpicos.

+Centenário, ‘Brasil olímpico’ ainda busca sua maturidade

Também foi um dos fundadores da Confederação Brasileira de Tiro Esportivo, tendo sido um de seus presidentes. E foi, assim, o principal nome da implantação do tiro esportivo no Brasil.

+ SIGA O OTD NO FACEBOOKINSTAGRAMTWITTER E YOUTUBE

Afrânio Antônio da Costa faleceu no Rio de Janeiro, em 26 de junho de 1979, aos 87 anos. Sua história, portanto, como o primeiro medalhista olímpico do Brasil, jamais será esquecida e serve de inspiração para todos os atletas brasileiros.

Mais em Olimpíada