Siga o OTD

Bruna Takahashi subiu no ranking mundial após o Aberto da Alemanha de tênis de mesa

Tênis de Mesa

Campanha inédita faz Takahashi subir quatro posições no ranking

Após campanha inédita na Alemanha, Bruna Takahashi aparece na 45ª colocação do ranking mundial

arquivo

Campanha inédita faz Takahashi subir quatro posições no ranking

A brasileira Bruna Takahashi segue crescendo no ranking mundial de tênis de mesa. Ela ganhou quatro colocações na listagem divulgada no início de fevereiro, aparecendo na 45ª posição, melhor classificação na carreira.

A escalada veio após a campanha do Aberto da Alemanha, onde conseguiu furar o torneio classificatório e jogar a chave principal pela primeira vez em um torneio platinum, nível mais alto no circuito mundial.

Bruna Takahashi acrescentou 250 pontos no seu saldo de pontos e tem agora 5.680. Logo a frente, com dez a mais, está a húngara Georgina Pota, que perdeu seis colocações, e em 43º aparece a russa Polina Mikhailova com 5.700. Jessica Yamada é a segunda melhor brasileira, em 150º lugar, com 2.525 pontos.

As asiáticas seguem dominando, aparecendo nas três primeiras colocações do ranking mundial feminino de tênis de mesa. Takahashi é a 17ª entre as não nascidas naquele continente.

As três primeiras seguem inalteradas, com as chinesas Chen Meng e Sun Yingsha em primeiro e segundo lugares, respectivamente, com 17.015 e 15.460. A japonesa Mima Ito, que derrotou Bruna Takahashi em jogo parelho na Alemanha, permanece como a terceira melhor com 14.720.

Bruna Takahashi vem ganhando posições no ranking mundial, com destaque para o ano passado. No última lista divulgada em 2018 ela apareceu pela primeira vez entre as top 100, na 92ª colocação. Entre muitos avanços e algumas quedas, chegou ao top 50 no final de novembro, quando alcançou o 49º lugar que estava antes do Aberto da Alemanha.

+ SIGA NOSSO PERFIL OFICIAL NO TWITTER

Calderano segue em sétimo

No masculino, poucas mudanças entre os brasileiros. Destaque para Vitor Ishyi, que também ganhou quatro colocações após competir na Alemanha e agora é o 56º melhor do mundo, melhor colocação na carreira.

Dentre os top 100, apenas ele subiu. Hugo Calderano segue como o melhor mesatenista não asiático do mundo em sétimo, seguido por Gustavo Tsuboi em 40º. Depois de Vitor Ishyi, aparece Thiago Monteiro na 69ª colocação e, em 88º está Eric Jouti, que perdeu três posições.

O ranking mundial masculino de tênis de mesa segue dominado pelos chineses, que ocupam as quatro primeiras colocações. Xu Xin recuperou a ponta superando Fan Zhendong. Em terceiro aparece o bicampeão olímpico Ma Long.

Nas categorias de base, Giulia Takahashi, irmã de Bruna, segue sendo a grande destaque. Ela continua ocupando a terceira colocação no Sub-15. Os rankings de duplas não apresentaram alterações significativas para os brasileiros. No ranking de equipes, o Brasil subiu uma posição no feminino, ocupando agora o 25°lugar, enquanto os homens permanecem em sétimo.

Mais em Tênis de Mesa