Siga o OTD

Deivid Silva desbanca Medina e é campeão em Maresias

Surfe

Deivid Silva desbanca Medina e é campeão em Maresias

Deivid Silva elimina Medina nas quartas e é campeão após final com Nakagima.

O dia final da etapa de Maresias foi marcado por ondas pequenas e público gigante, preenchendo todos os espaços na areia. Quem se sagrou campeão foi Deivid Silva, surfista local do Guarujá, que eliminou um por um dos participantes da elite, incluindo Ítalo Ferreira e o campeão mundial Gabriel Medina. Na grande final, ele superou Flávio Nakagima. Com o resultado, ele entra de vez na briga por uma vaga no CT 2018. Além do título do QS 3000, também estava em jogo, neste sábado (04), o título sul-americano, que ficou com Thiago Camarão. Direto das areias de Maresias, o Olimpíada Todo Dia, em parceria com o Canal Parafina, traz tudo o que rolou nesse Finals Day.

Nem o mar ruim deste sábado pôde parar o show de surfe de Deivid Silva. Distribuindo aéreos, batidas no lip e trazendo suas ondas até a areia, ele conseguiu vencer todos os competidores do CT. Assim, conquistou a torcida na praia, que após a eliminação de Medina, passou a torcer para ele.

Na final, uma bateria forte contra Flávio Nakagima, da Praia Grande, que também fez ótimo evento. O que acabou pesando foi a onda 7.83 de Deivid.

Thiago Camarao, campeão sul-americano 2017. Foto: Marina Arena

Com a vitória, Deivid Silva subiu para a 21a colocação do QS e Nakagima, com o vice foi para a 23a.

Gabriel Medina blindado

Gabriel Medina, único atleta a evitar a imprensa em Maresias por uma blindagem na busca pelo bi mundial, perdeu nas quartas de final. Detalhe é que Deivid superou Medina duas vezes durante a etapa. Uma no round 4, que era não-eliminatório e nas quartas.

Segundo Simone Medina, mãe de Gabriel, ele adotou a estratégia de não falar com a imprensa para “ficar em um túnel blindado até Pipeline”, semelhante como foi em 2014.

Thiago Camarão campeão sul-americano

Simultânea à disputa do QS 3000 em Maresias, estava a briga pelo título sul-americano, que é definido pela somatória dos pontos de todas as etapas da América do Sul. Mesmo ficando em nono lugar no evento, Thiago foi campeão, já que havia ido bem em outras etapas. Por exemplo, na Argentina, onde venceu.

Confira o resultado das baterias finais do São Sebastião Pro, vencido por Deivid Silva:

Quartas de final:

1. Jesse Mendes 11.87 x 11.56 Ítalo Ferreira

2. Deivid Silva 13.50 x 13.36 Gabriel Medina

3. Flávio Nakagima 13.07 x Mineirinho 13.07

4. Tomas Hermes 16.67 x 11.93 Mateus Herdy

Semifinal:

1. Deivid Silva 16.37 x 5.27 Jesse Mendes

2. Flávio Nakagima 13.20 x 12.00 Tomas Hermes

Final:

Deivid Silva 13.66 x 12.70 Flávio Nakagima

Veja a classificação completa do QS aqui.

Mais em Surfe