Siga o OTD

WSL Finals é adiado novamente

Surfe

Com muita neblina, início do WSL Finals é adiado novamente

WSL Finals, que vai coroar os campeões de 2021, é adiado mais uma vez, por forte neblina. Janela vai até sexta-feira (17)

(Thiago Diz/WSL)

Com muita neblina, início do WSL Finals é adiado novamente

Não foi dessa vez que os melhores surfistas do mundo entraram em ação para definir os campeões de 2021. Nesta segunda-feira (13), após acionar o “Yellow Alert”, a World Surf League decidiu adiar em mais um dia o início do WSL Finals. Apesar de enfim ter a presença de ondas, a organização do evento optou por não começar as disputas, após duas chamadas, devido uma intensa neblina em Lower Trestles, na Califórnia.

O WSL Finals, no entanto, segue sob Alerta Amarelo para esta terça-feira (14). A previsão é de que as melhores ondas aconteçam entre esta segunda e quarta-feira (13 a 15), chegando a 2m. Após o ápice do swell, elas devem perder tamanho novamente até o fechamento da janela, que vai até o dia 17.

+Assista ao vivo à WSL Finals

“Este nevoeiro não está se dissipando, então não é possível para nós vermos agora”, disse Jessi Miley-Dyer, vice-presidente de Tours da WSL e chefe da competição. “Amanhã e o dia seguinte parecem muito bons, e é isso que nos deixa realmente confiantes nesta previsão. O swell deve melhorar ao longo de hoje e acho que entre amanhã e o dia seguinte há uma chance muito boa de acontecer. Esperançosamente, nós não teremos esse problema de nevoeiro amanhã e as ondas estarão bombando”.

Formato da competição

O WSL Finals traz um formato inédito. Os primeiros colocados do ranking, Gabriel Medina e Carissa Moore, já estão garantidos na final, que serpa disputada em uma série de melhor de três baterias. Os outros surfistas vão entrar nas chaves de acordo com suas classificações no ranking.

Assim, o quinto colocado vai competir com o quarto em bateria única, de 35 minutos. O vencedor deste duelo avança e encara o número três do ranking. Quem vencer esta disputa enfrenta, na sequência, o vice-líder da temporada. E por fim, deste último confronto, saíra o surfista que decidirá o título com os líderes do ranking.

+ SIGA O OTD NO , YOUTUBETWITTERINSTAGRAMTIK TOK E FACEBOOK

Vale lembrar que Ítalo Ferreira é o atual campeão mundial, em 2019, já que em 2020 não houve competição. Além disso, ele pode fazer e história e se tornar o primeiro surfista na história a conquistar no mesmo ano o ouro olímpico e o título mundial.

Por fim, a “Brazilian Storm” dominiu o Circuito Mundial em 2021: das sete etapas da temporada regular, apenas a primeira e a última não foram vencidas pelos três brasileiros, o que os coloca como favoritos na WSL Finals.

Mais em Surfe