Siga o OTD

Surfe

Etapa de Portugal: a última chance do Brasil em 2017

WSL: Damien Poullenot

Com a vitória na França, Gabriel Medina chegou ao 3º lugar no ranking, mas ainda está longe do líder John John Florence.

Entre 20 e 31 de outubro acontece a décima e penúltima etapa do circuito mundial de surfe de 2017. O palco é Peniche, em Portugal, cidade que tem seu principal pico conhecido como “Supertubos”. Em 2016, o havaiano John John Florence foi o vencedor da etapa e se sagrou campeão mundial daquele ano. Agora, ele pode repetir a dose, mas terá como principais adversários um Gabriel Medina (3º) sedento por vitória e o sul-africano Jordy Smith (2º), que não quer bater na trave mais uma vez.

O Brasil tem um histórico de poucas conquistas no CT em Portugal. Em 14 etapas disputadas lá até hoje, foram apenas duas vitórias – com Adriano de Souza em 2011 e Filipe Toledo em 2015. Os dois, por sinal, estão em 7º e 8º do ranking, respectivamente. As chances de título são remotas. Filipinho, que era o brasileiro com mais chance até a etapa da França surfou machucado e perdeu na primeira repescagem para o compatriota Miguel Pupo. Já Mineirinho foi surpreendido no round 3 para o mesmo adversário. Assim, os dois, praticamente, deram adeus à disputa do título mundial.

No entanto, em Portugal, Filipinho é sempre favorito. Seu estilo rápido e progressivo combinam com as ondas da etapa. Quem também tem grandes chances é o australiano Julian Wilson. Ele já venceu lá em 2012 em cima de Medina na final. Mick Fanning, Kolohe Andino e Ítalo Ferreira completam a lista de nomes perigosos. Na parte de baixo da tabela, Miguel Pupo, Ítalo Ferreira, Wiggolly Dantas e Ian Gouveia precisam desesperadamente de um resultado acima de quartas de final para buscar a manutenção na elite para 2018.

Gabriel Medina e sua grande chance na etapa de Portugal

Gabriel Medina não costuma ir bem em Portugal. Com exceção de 2012, quando perdeu na final para Julian Wilson, com direito à muita polêmica, ele acumula várias eliminações nos primeiros rounds. Por três vezes ficou em 13º, uma em 25º e uma chegou às quartas, além do 2º lugar em 2012. No entanto, Medina está com mais sede do que nunca em busca da vitória. No início do ano, sofreu muito com as críticas. Diziam que ele estava sem foco e perdendo mais uma chance de brigar pelo caneco da temporada. Após a vitória incontestável e arrasadora na França, ele voltou à disputa e vai ser difícil segurá-lo. Para Medina, quanto maior forem as ondas em Portugal, maior a chance de vitória. A previsão de sábado é animadora com ondas acima dos 4 metros, mas até o meio da janela as ondas prometem ficar entre 2 e 3 metros.

Em 2016, John John venceu em Portugal e foi campeão mundial. Foto: WSL/Kelly Cestari

John John pode ser campeão mundial na etapa de Portugal – veja os cenários para que isso aconteça

Para ser bicampeão do mundo, John John precisa chegar à final da etapa de Portugal. Veja os possíveis cenários:

– Se John John ganhar a etapa, Jordy Smith precisa de um 5º lugar para levar a decisão à etapa decisiva. Já Medina fica sem chances de título.

– Se John John for vice, Jordy Smith precisa de um 9º lugar para manter-se vivo no Havaí. Já Gabriel Medina, Owen Wright e Matt Wilkinson precisam vencer a etapa.

Baterias do round 1 do MEO Rip Curl Pro Portugal:

1: Julian Wilson (AUS) x Caio Ibelli (BRA) x Leonardo Fioravanti (ITA)
2: Matt Wilkinson (AUS) x Bede Durbidge (AUS) x Stuart Kennedy (AUS)
3: Owen Wright (AUS) x Conner Coffin (EUA) x Ethan Ewing (AUS)
4: Gabriel Medina (BRA) x Wiggolly Dantas (BRA) x Josh Kerr (AUS)
5: Jordy Smith (AFS) x Italo Ferreira (BRA) x Vasco Ribeiro (POR)
6: John John Florence (HAV) x Kanoa Igarashi (EUA) x Mason Ho (HAV)
7: Adriano de Souza (BRA) x Jeremy Flores (FRA) x Jack Freestone (AUS)
8: Filipe Toledo (BRA) x Michel Bourez (TAH) x Jadson André (BRA) 
9: Joel Parkinson (AUS) x Joan Duru (FRA) x Nat Young (EUA)
10: Kolohe Andino (EUA) x Connor O’Leary (AUS) x Miguel Pupo (BRA)
11: Sebastian Zietz (HAV) x Adrian Buchan (AUS) x Ezekiel Lau (HAV)
12: Mick Fanning (AUS) x Frederico Morais (POR) x Ian Gouveia (BRA)

Top 10 do ranking mundial de surfe:

1 – John John Florence (HAW) 49,900 pts
2 – Jordy Smith (ZAF) 47,600 pts
3 – Gabriel Medina (BRA) 40,750 pts
4 – Owen Wright (AUS) 39,850 pts
5 – Matt Wilkinson (AUS) 38,200 pts
6 – Julian Wilson (AUS) 37,700
7 – Adriano de Souza (BRA) 36,600
8 – Filipe Toledo (BRA) 34,950
9 – Joel Parkinson (AUS) 31,850
10 – Kolohe Andino (EUA) 30,000

 

Mais em Surfe