Siga o OTD

Aline Rocha - David Benedito - Grand Prix de atletismo paralímpico

Paralímpicos

Brasileiros passam em branco no segundo dia do Grand Prix de Notwill

Aline Rocha faz os melhores resultados do Brasil no Grand Prix de atletismo paralímpico, enquanto David Benedito não faz o índice para Tóquio

(Instagram/alinerocha.oficial)

Brasileiros passam em branco no segundo dia do Grand Prix de Notwill

No segunto dia do Grand Prix de Notwill, na Suíça, de atletismo paralímpico, na Suíça, o Brasil passou novamente em branco, ficando fora do pódio. Neste sábado (15), assim como no primeiro dia, Aline Rocha conquistou as melhores colocações do país. E David Benedito, no entanto, não conseguiu fazer o índice para Tóquio-2020.

Na prova dos 100m da categoria T54, para cadeirantes, Aline Rocha terminou na oitava colocação, com o tempo de 17s47, 1.1 a mais que a campeã Momoka Muraoka, do Japão. Já nos 1500m, a brasileira repetiu o resultado, ficando com o oitavo lugar, com a marca de 03min38s88.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM, NO FACEBOOK E NO TIKTOK

Nos 100m masculino do Grand Prix de Notwill de atletismo paralímpico, também da categoria T54, Carlos Pierre ficou apenas na 14ª posição, seguido de Rogério Costa Lima, na 23º colocação. Além disso, eles também competiram nos 1500m, ficando em 19º e 33º lugar, respectivamente.

Por fim, David Benedito competiu sozinho nos 1500m T37, para pessoas com paralisia cerebral, em busca do índice para Tóquio-2020. No entanto, o brasileiro fez o tempo de 04min31s96, ficando acima do índice exigido, que é 04min03s02.

O Grand Prix de Notwill de atletismo paralímpico segue até o próximo domingo (16).

Mais em Paralímpicos