Siga o OTD

COB muda estatuto em assembleia e revê participação de atletas

Olimpíada

COB muda estatuto e revê participação de atletas

Rafael Bello/COB

COB muda estatuto e revê participação de atletas

Assembleia Geral Extraordinária do COB altera estatuto do Comitê. Entre as mudanças está o número de representantes atletas.

Na última quarta-feira (22), a Assembleia Geral Extraordinária do Comitê Olímpico do Brasil (COB) decidiu, através de votação, alterar substancialmente o estatuto da entidade. A Assembleia aceitou quase a totalidade das propostas feitas pela Comissão de Reavaliação Estatutária (Comissão Estatuinte), formada por quatro membros, entre eles o presidente da Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt), José Antonio Martins Fernandes, o Toninho.

A mudança mais comentada, entretanto, foi a definição da participação de cinco atletas, que passam a votar nas eleições da entidade. Antes, os atletas tinham apenas um representante, mas a proposta da Comissão Estatuinte era que existissem 12 lugares. A votação chegou a ficar empatada, mas terminou desfavorável aos atletas após a desconsideração do voto de Eduardo Mujarej, da Confederação de Rugby – que havia deixado o voto consignado em ata. A nova determinação foi lamentada pelos atletas.

Com a decisão, a Assembleia do COB passa a ter 41 membros: 35 representantes das Confederações filiadas, cinco representantes dos atletas e um membro brasileiro do Comitê Olímpico Internacional (COI), posição atualmente ocupada por Bernard Rajzman.

Outra mudança importante foi sobre a eleição: os candidatos a presidente e vice-presidente não precisarão mais ser membros do COB. Agora, qualquer brasileiro maior de 18 anos, e que tenha o apoio de pelo menos três membros da Assembleia, pode candidatar-se a presidente ou vice-presidente.

Referente ao Conselho Fiscal, os membros Conselho decidiram que serão eleitos diretamente pela Assembleia e não mais em chapa conjunta com a presidência. Também serão formados um Conselho Administrativo e um Conselho de Ética. Outro item aprovado foi a previsão de revisão do estatuto a cada 24 meses.

“Houve mudanças significativas no estatuto”, disse Toninho Fernandes, presidente da Confederação Brasileira de Atletismo. “As sugestões da Comissão foram quase todas aprovadas, com exceção do número de Atletas: propusemos 12 e a Assembleia decidiu por cinco”, afirmou. “Mas esse item será novamente analisado na próxima revisão do estatuto”, finalizou o dirigente.

Mais em Olimpíada