Siga o OTD

eMuseu

Olimpíada

Futuro do esporte pós-pandemia é tema de exposição

Exposição conta com a colaboração de 25 pesquisadores de cinco continentes realizando previsões para o esporte

Exposição reúne trabalho de especialista de cinco continentes diferentes (Divulgação)

Futuro do esporte pós-pandemia é tema de exposição

No momento em que se discutem as transformações no esporte e nas atividades físicas pós-pandemia, o eMuseu do Esporte lança nesta sexta (5) a 1ª temporada da exposição internacional “Esporte e Jogos Olímpicos Pós-Pandemia: Lições De Pierre De Coubertin”. Especialistas de cinco continentes apresentam suas previsões para o futuro do esporte.

A exposição conta com o apoio do Comitê Brasileiro Pierre de Cobertin (CBPC), que convidou especialistas de renome internacional para apresentarem suas constatações, tendências e posicionamentos, totalizando a participação de 25 pesquisadores do esporte. A primeira temporada da exibição vai até 18 de junho. E no dia 19 de junho começa a segunda, com data até 3 de julho.

+ Japão cogita simplificar Olimpíada por causa da pandemia

Para orientar a montagem da exposição sobre o futuro do esporte, o eMuseu do Esporte contou com o apoio de uma comissão técnica composta por Nelson Todt (Presidente do CBPC), Ana Miragaya (Secretária do CBPC) e Lamartine DaCosta, curador do museu.

“Em relação a novos conhecimentos e tendências para a reinvenção do esporte e atividades físicas, a comissão partiu das experiências de Pierre de Cobertin, que ao longo das três primeiras décadas do século 20 liderou o Movimento Olímpico sob grande variedade de crises, produzindo renovações que repercutem até hoje”, comenta Lamartine DaCosta.

Projeto inovador

Contando com o apoio de colecionadores, o eMuseu do Esporte terá oito galerias virtuais permanentes, que serão lançadas no final de junho de 2020, em uma plataforma 3D robusta, dentre as quais estarão conteúdos de várias das entidades esportivas brasileiras. Esses espaços terão um tour virtual com exposição de acervos digitais inéditos, possibilitando experiências imersivas aos participantes.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM E NO FACEBOOK

Além disso, outra novidade será abertura do portal do eMuseu do Esporte. Por ele, fãs do esporte, atletas, ex-atletas, entidades esportivas e demais interessados poderão criar seus perfis, como em uma rede social. A partir daí, compartilhar seus acervos pessoais.

Batizado de eMuseu, projeto é colaborativo e proporciona o retorno ao passado de várias conquistas do esporte olímpico e paralímpico brasileiro
Batizado de eMuseu, projeto é colaborativo e proporciona o retorno ao passado de várias conquistas do esporte olímpico e paralímpico brasileiro. (Reprodução)

O eMuseu do Esporte é uma idealização do Prof. Dr. Lamartine DaCosta e da Profa. Dra. Bianca Gama. A realização é da startup Gama Assessoria, em parceria com a Universidade Estadual do Rio de Janeiro (Uerj), através da Incubadora Tecnológica de Empreendimentos Sociais e Cooperativas Sociais (ITECS).

O projeto surge para registrar a memória do esporte olímpico e paralímpico e seu legado em um formato inovador e colaborativo. O museu virtual traz a tradicionalidade de um museu físico, a exibição eletrônica incluindo um tour e a construção colaborativa de toda a sociedade. As exibições são divididas em exposições temporárias e museus permanentes.

Mais em Olimpíada