Siga o OTD

Mundial de Esportes Aquáticos

Ana Marcela é ouro nos 5km e fatura 11ª. medalha em Mundiais

Ana Marcela Cunha é campeã dos 5km no Mundial de Esportes Aquáticos de Gwangju 2019. Nas águas de Yeosu na Coreia do Sul, a brasileira fez uma prova perfeita, administrando o ritmo no começo, apertando na segunda volta e com um forte sprint no final para bater em primeiro na chegada com tempo de 57:56:00.

Essa é a quarta medalha Ana Marcela na prova de 5k, o primeiro ouro. É ainda o quarto título (três nos 25km) e a 11ª medalha em Mundiais. A brasileira, cujo primeiro pódio foi conquistado em 2010, quando a maratona aquática tinha seu torneio próprio, agora se torna a maior campeã da história da modalidade, levando em consideração apenas os Mundiais de Esportes Aquáticos, superando a holandesa Edith Van Dijik, que fica com nove medalhas.

“A gente diz que às vezes perder faz parte. Acho que minha quinta colocação não foi digna do que a gente treinou, mas a prova dos 10km foi uma das provas mais fortes, todo mundo muito preparado. A gente brinca muito que é difícil fazer a prova perfeita, mas hoje acho que fiz a prova perfeita pra gente. Tudo o que a gente pensou ontem, eu consegui fazer hoje. A prova de 5km, não teve tanta porrada como nos 10km. Acho que o gosto do quinto lugar fez pesar a meu favor na reta final em relação às outras”, celebrou Ana Marcela ao Sportv.

Com 1s de diferença para Ana Marcela, a prata ficou com a francesa Aurelie Muller, que não se classificou para os Jogos Olímpicos do Japão e pode anunciar sua aposentadoria após este Mundial. No momento do pódio, Ana Marcela teve bela atitude e colocou Muller no primeiro lugar do pódio para a foto oficial. E ainda teve um empate pela medalha de bronze: Hannah Moore, dos Estados Unidos, e Leonie Beck, da Alemanha, com 57:58:00.

O Brasil ainda teve mais uma representante: Viviane Jungblut, de apenas 22 anos, que terminou na 21ª colocação da prova.

Ana Marcela terminou em quinto lugar nos 10km, conseguiu a vaga em Tóquio 2020 e ainda segue em Gwangju.”Ainda tem mais duas provas, os 25km e o revezamento. Vou lá receber a medalha, soltar e pensar na prova de amanhã”, completou.

Mais em Mundial de Esportes Aquáticos