Siga o OTD

CBDA

Laguna Olímpico

CBDA lidera ranking de transparência das confederações

Confederação de Desportos Aquáticos teve a melhor avaliação em estudo da plataforma Gestão em Jogo e a Liga de Administração Esportiva

A CBDA ficou com a melhor avaliação no ranking da transparência das confederações (Divulgação)

CBDA lidera ranking de transparência das confederações

Em processo de reconstrução, após as gestões desastrosas de Coaracy Nunes e Miguel Cagnoni, a CBDA (Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos) foi apontada como a entidade com as melhores práticas de transparência e prestação de contas entre as confederações olímpicas do Brasil. O ranking foi elaborado após estudo feito pela plataforma Gestão em Jogo e a Liga de Administração Esportiva do Ibmec-SP.

O ranking, divulgado nesta quinta-feira (28), foi construído em uma primeira parte baseado em análise dos sites oficiais das confederações que compõe o programa esportivo dos Jogos Olímpicos de Verão. De acordo com o documento divulgado pelos autores (veja no link), foram elaborados nove itens para caracterização de níveis de transparência e prestação de contas. Todos com pesos iguais, contribuindo para a nota final do índice.

São eles demonstrações contábeis; estatuto; cargos e salários; organograma; missão, visão e valores; facilidade no acesso à informação; competições; eleições; e documentos oficiais.

+ O blog está no Twitter. Clique e siga para acompanhar
+ Curta a página do blog no Facebook
+ O blog também está no Instagram. Siga

Já a segunda parte do estudo ocorreu através de um levantamento de pesquisadores feito entre 15/10 e 16/12 de 2020, também pelos sites oficiais das confederações olímpicas brasileiras.

No resultado final, a CBDA liderou o levantamento, com 41 pontos acumulados. A segunda posição ficou dividida entre a CBAt (atletismo) e CBV (vôlei), com 40. Em quarto lugar aparece a CBVela (39) e um novo empate na quinta colocação, entre CBE (esgrima) e CBRu (rúgbi).

Na análise por entidade, o estudo do ranking da transparência apontou que a CBDA só não liderou o levantamento em dois quesitos, organograma e competições. Mas elogiou a entidade, ao assinalar que ela serve de “referência para as demais confederações pelo acesso e disponibilização de dados e informações levados em conta na análise.”

Na ponta final do estudo do ranking ficou a CBTarco (tiro com arco), que somou apenas 23 pontos e ficou na 33ª colocação. A entidade, com sede em Maricá (RJ), foi lanterninha também no quesito demonstrações contábeis, com apenas quatro dos 18 pontos possíveis, segundo a análise do estudo. Também perdeu pontos em diversas outras dimensões, como organograma e no quesito “facilidade no acesso às informações no site oficial.

Clique no link e seja você também um apoiador do blog. Ajude a combater a monocultura esportiva no Brasil

Mais em Laguna Olímpico