Siga o OTD

Concurso de Salto Nacional Sociedade Hípica Paranaense - Hipismo - José Roberto Reynoso Filho - Coronavírus - Pandemia

Hipismo

Paraná recebe 1º torneio de hipismo no Brasil após pandemia

Com participação de José Roberto Reynoso Hípica Paranaense recebeu quatro dias de competição do Concurso de Salto Nacional

Evento foi o primeiro no Brasil desde o início da pandemia (Divulgação)

Paraná recebe 1º torneio de hipismo no Brasil após pandemia

Terminou neste domingo (16) o Concurso de Salto Nacional 75º Aniversários da Sociedade Hípica Paranaense. O evento, que teve seu início na última quarta-feira (12), marcou a disputa do primeiro torneio de hipismo no Brasil desde que o calendário esportivo por paralisado devido à pandemia de coronavírus.

Estiverem presentes várias categorias, desde mirim até master, e ao todo foram disputadas 32 provas nos quatro dias de competição.

+André Américo de Miranda conquista o ouro na Bélgica

Entre os destaques do Concurso de Salto Nacional na Sociedade Hípica Paranaense, esteve José Roberto Reynoso, que participou da Olimpíada de Londres-2012 e é tetracampeão brasileiro de saltos. Ele foi campeão da prova Pr13 Grande Prêmio 1,50m / Duas Voltas neste domingo (16).

Reynoso ainda acumulou outros bons resultados, como o terceiro lugar na Pr06 1,35m / Cronometro, disputada na sexta-feira (14) e a quarta colocação na PR01 1,35M / Cronometro, no dia anterior.

Protocolos de segurança

Como o Concurso de Salto Nacional na Sociedade Hípica Paranaense foi realizado em meio à pandemia de coronavírus, foi necessário uma série de protocolos de segurança sanitária.

A permanência no local foi liberada apenas durante a apresentação, respeitando as normas de distanciamento social. Além disso, foram exigidas e as regras básicas para conter a disseminação do vírus durante as competições. Entre elas a utilização de materiais de segurança e higienização pessoal. Houve controle de temperatura da recepção do evento e a exigência de exame negativo para coronavírus.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM E NO FACEBOOK

Os atletas puderam chegar 30 minutos antes da prova para reconhecimento e precisou sair até, no máximo, 30 minutos após a premiação. No entanto, somente puderam entrar atletas inscritos, sem acompanhantes, exceto menos de idade, que puderam estar acompanhados de um responsável.

Além disso, todos os veículos que transportaram animais tiveram de ser pulverizados com solução desinfetante na entrada do evento de hipismo.

Mais em Hipismo