Siga o OTD

Mundial de handebol masculino - Brasil x Noruega - Pré-olímpico

Handebol

Sem Thiagus Petrus, Brasil sofre na defesa e leva surra da Noruega no Mundial

Sem Thiagus Petrus, Brasil sofre na defesa e leva surra da Noruega no Mundial

Mundial de handebol masculino – Brasil x Noruega

Sem Thiagus Petrus, principal jogador de defesa do Brasil, que foi cortado do Mundial de handebol masculino por ter rompido o tendão do músculo adutor longo do lado direito, a Seleção encontrou muitas dificuldades para marcar a Noruega e acabou sendo derrotada por 39 a 26 na manhã desta terça-feira em Nantes na quarta rodada do Grupo A.

Apesar do placar elástico, o Brasil conseguiu equilibrar o jogo em boa parte do primeiro tempo. No comecinho, a equipe dirigida por Washington Nunes chegou a liderar o placar depois de uma defesa de Maik e um contra-ataque em que Teixeira marcou o gol para fazer 3 a 2 para a Seleção Brasileira.

Aos poucos, no entanto, a Noruega foi crescendo no jogo, usando muito bem o pivô Mihrol, jogada que o Brasil teve muitos problemas para marcar. Por outro lado, os principais nomes ofensivos da equipe nacional, Zé Guilherme e Haniel foram muito bem marcados pela defesa norueguesa e tiveram muita dificuldade para jogar.

Ainda assim, o melhor momento do Brasil aconteceu quando Zé Guilherme marcou três gols seguidos e diminuiu o placar para 10 a 9 com Chiuffa balançando a rede num chute de sete metros. Depois disso, os dois times trocaram alguns gols até 13 a 12 para a Noruega. A partir daí, a equipe brasileira errou demais e os europeus terminaram o primeiro tempo com cinco gols de vantagem: 18 a 13.

No segundo tempo, a Seleção Brasileira começou mal e a Noruega marcou três gols seguidos, abrindo a vantagem para oito. Sem conseguir diminuir a diferença, o técnico Washington Nunes resolveu mexer na equipe e dar mais tempo de quadra para os jogadores que costumam jogar menos. Dentre eles, quem se destacou foi Thiago Ponciano, autor de três gols.

Os maiores pontuadores do Brasil foram Chiuffa com seis gols, três deles de sete metros, e o pivô Tchê, que marcou cinco. Principais destaques da campanha do Brasil até o momento, Zé Guilherme e Haniel tiveram desempenho muito abaixo do esperado. Cada um deles marcou apenas três gols e tiveram aproveitamento muito ruim. Zé balançou a rede em apenas 33% de suas tentativas, enquanto Haniel teve 27%.

Sem conseguir marcar com a mesma eficiência por conta do desfalque de Thiagus Petrus e sem ter os destaques ofensivos num bom dia, o Brasil acabou sendo presa fácil e foi derrotado pela Noruega por 39 a 26.

Com o resultado, a Seleção Brasileira está em quarto lugar do Grupo A, enquanto a Noruega é a vice-líder. O Brasil volta a jogar contra a Rússia na quinta-feira, às 11h da manhã o horário de Brasília, e precisa vencer para ficar com o terceiro lugar da chave.

Mais em Handebol