Siga o OTD

Jéssica Quintino vê Odense estrear com derrota na Liga Dinamarquesa

Handebol

Jéssica Quintino faz seis gols, mas termina eliminada na Champions League

Jéssica Quintino teve grande atuação, marcou seis gols, mas não conseguiu evitar que o Odense fosse eliminado pelo Vipers da Champions League

(Instagram/jequintino10)

Jéssica Quintino faz seis gols, mas termina eliminada na Champions League

Depois de Duda Amorim, Chana Masson e Bárbara Arenhart conseguirem a classificação para as quartas de final da Champions League na véspera, Jéssica Quintino começou o domingo em vantagem depois de sua equipe, o Odense, da Dinamarca, ter vencido o Vipers Kristiansand, da Noruega, por 36 a 35 na semana passada, mas acabou levando a virada ao perder em casa por 30 a 26 e foi eliminada nas oitavas de final.

Apesar da desclassificação, Jéssica Quintino teve boa atuação com seis gols marcados em nove arremessos e aproveitamento de 66,7% no ataque. a artilheira do jogo foi Linn Sulland, do Vipers, com oito gols.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM, NO FACEBOOK E NO TIKTOK

O jogo começou bem equilibrado no começo e quem conseguiu abrir vantagem primeiro foi o Vipers Kristiansand ao fazer 6 a 4, mas o Odense reagiu rapidamente com um gol de Jéssica Quintino, o primeiro dela na partida.

Quando o placar chegou a 9 a 6 para o Vipers, o técnico Ulrik Hansen, do Odense, pediu tempo para tentar não deixar o adversário abrir vantagem. A parada surtiu efeito e a equipe dinamarquesa encostou em 9 a 8.

Jéssica Quintino voltou a marcar aos 20 minutos do primeiro tempo, mas o Vipers já vencia por 11 a 9. Logo depois, a brasileira foi excluída por dois minutos e a equipe norueguesa chegou a 14 a 10.

Os quatro gols de diferença se mantiveram até Jéssica Quinto marcar o terceiro gol dela, deixando o placar em 16 a 13. Nos últimos dois minutos do primeiro tempo, o Odense só fez mais um, enquanto o Vipers balançou a rede três vezes para chegar a 19 a 14.

O primeiro tempo foi marcado pela excelente atuação da goleira Katrine Lund, do Vipers, que fez nove defesas em 23 arremessos contra o gol defendido por ela, com aproveitamento de 39,13%, e também de Linn Sullan, artilheira do jogo com sete gols em nove arremessos. Do lado do Odense, Jéssica Quintino era a maior goleadora com três gols ao lado de Sara Hald.

Quando começou o segundo tempo, o Odense foi o primeiro a marcar com Freja Cohrt, mas, depois disso, voltou a esbarrar na grande atuação de Katrine Lund e o Vipers marcou três vezes na sequência para abrir sete de vantagem em 22 a 15.

O Odense reagiu com três gols seguidos, dois deles de Jéssica Quintino, para ficar a quatro gols do Vipers (22 a 18). O time dinamarquês voltou para o jogo com duas exclusões simultâneas, de Larsen Aune e Reistad, e diminuiu a diferença para um gol em 24 a 23, o que deixava tudo igual no placar agregado em (59 a 59).

Aos 22, o Vipers fez 26 a 24, mas logo na sequência Jéssica Quintino marcou seu sexto gol e manteve o Odense um gol atrás do adversário. A coisa, se complicou, no entanto, aos 27 minutos, quando o Vipers chegou a 29 a 25 e o técnico Ulrik Hansen pediu tempo de novo.

Depois da parada, saiu um gol para cada lado e o Vipers venceu por 30 a 26 (65 a 62 no placar agregado) e eliminou o Odense, de Jéssica Quintino da Champions League de handebol feminino.

Mais em Handebol