Siga o OTD

Rogério Moraes Veszprém Champions League de handebol masculino

Handebol

Veszprém, de Rogério Moraes, vence duelo por vaga direta na Champions

Time húngaro bateu o ucraniano Motor Zaporozhye e manteve a segunda colocação no Grupo B da competição. Barcelona, de Haniel Langaro e Thiagus Petrus, sofre contra o Nantes, mas segue imbatível

Rogério Moraes (Vörös Dávid/handballveszprem.hu/arquivo)

Veszprém, de Rogério Moraes, vence duelo por vaga direta na Champions

Veszprém e Motor Zaporozhye fizeram nesta quarta-feira (17) duelo direto pela segunda vaga do Grupo B para as quartas de final da Champions League de handebol masculino. E o time do brasileiro Rogério Moraes venceu em casa por 34 a 30, mantendo-se na segunda colocação da chave. A primeira é do Barcelona, de Haniel Langaro e Thiagus Petrus, que venceu, também em seus domínios, a 12ª partida em 12 jogos disputados.

Rogério não fez uma partida de destaque no ataque húngaro. Arremessou apenas uma bola no gol ucraniano, sem sucesso. Já pelo Barça, que bateu o francês Nantes por 30 a 29, Haniel balançou a rede quatro vezes em sete chutes. Thiagus não marcou, mas é sempre bom lembrar que ele tem funções mais defensivas no time.

Após onze jogos, o Veszprém chegou a 17 pontos conquistados em oito vitórias e um empate no Grupo B da Champions League de handebol masculino. O Motor Zaporozhye permaneceu com 12, mas em um jogo a menos. Tem seis vitórias e agora quatro derrotas. O Barcelona lidera com folgas, soma 24, e o Nantes é o sexto com oito pontos em 11 confrontos.

+ Duda adia aposentadoria e anuncia que vai jogar na Rússia

Além da vaga direta nas quartas de final para os dois primeiros colocados, cada um dos dois grupos classifica mais quatro times – do terceiro ao sexto – para um playoff de onde saem os outros quatro que vão brigar pelo Final Four.

Disputas acirradas

O duelo entre Veszprém e Motor Zaporozhye foi equilibrado do início ao fim, com o time de Rogério Moraes abrindo os quatro gols da vantagem final apenas nos cinco minutos finais.

No primeiro tempo, os times caminharam lado a lado no marcador, com apenas uma escapada dos húngaros no 7 a 4, ainda nos dez minutos iniciais. Tanto que o placar marcava 17 a 17 no intervalo.

Os ucranianos chegaram a tomar a frente do marcador na volta dos vestiários, mas o equilíbrio não deixou a quadra até os minutos finais. Quando faltavam dez, o Veszprém abriu três no 30 a 27, o Motor Zaporozhye não entregou os pontos e cortou para 30 a 29, mas a reação parou aí e os anfitriões conseguiram abrir os quatro gols finais já nos últimos segundos.

Rotina, mas sem refresco

Mesmo jogando na Catalunha contra o bicho-papão do handebol mundial, o Nantes começou melhor e chegou a abrir 7 a 4 no começo do jogo. E não foi fogo de palha. O time francês manteve-se à frente durante todo o primeiro tempo, chegou a abrir quatro no 17 a 13 e foi para o intervalo com 17 a 14 de frente.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBETWITTERINSTAGRAM E FACEBOOK

No segundo tempo, o Nantes seguiu na frente nos oito primeiros minutos, quando tomou a virada no 22 a 21. Porém, apesar de assumir o comando do marcador, o Barça não conseguiu abrir uma vantagem confortável e precisou segurar os rivais no minuto final para manter o 100% de aproveitamento.

Mais em Handebol