Siga o OTD

Golfe

Adilson da Silva cai uma posição no segundo dia de torneio na Escócia

Brasileiro ficou oito tacadas acima do par e permanece entre os últimos colocados do Alfred Dunhill Links Championship e encerra a participação neste sábado

Adilson da Silva golfe Sunshine Tour Alfred Dunhill Links Escócia golfe
(Tyrone Winfield/Sunshine Tour/Gallo Images/arquivo)

O brasileiro Adilson da Silva terminou o segundo dia da Alfred Dunhill Links Championship de golfe, nesta sexta-feira (1º), na 165º lugar, uma abaixo da que ocupou na primeira volta. Ao todo, 168 jogadores participam da competição que está sendo realizada na Escócia com alguns dos principais nomes do golfe internacional. Ele fechou os 18 buracos do circuito St Andrews com oito tacadas acima do par em um total de 80 jogadas. Somados os dois dias, está 14 acima acumulando 158 tacadas.

O italiano Andrea Pavan está com a mesma performance de Adilson da Silva e, portanto, está empatado com o brasileiro. Ambos estão à frente apenas do norueguês Thomas Bjorn, com 19 acima do par na 167ª colocação. Sean Crocker, dos Estados Unidos, não competiu na segunda volta e é o último, apesar de ter feito o par no primeiro dia. A ponta de cima da tabela é dominada pelos ingleses. O líder é Tyrrell Hatton, com dez tacadas abaixo do par, seguido por Daniel Gavis, com nove. Em terceiro vem Danny Willett com oito, ao lado do chinês Li Haotong. Em quinto, mais um inglês, Tommy Fleetwood, junto com o norueguês Jeff Winther, ambos com sete abaixo do par.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBETWITTERINSTAGRAMTIK TOK E FACEBOOK

Adilson da Silva encerra sua participação no Alfred Dunhill Links Championship de golfe neste sábado (2), quando percorre o circuito Carnoustie. O domingo na Escócia é reservado somente aos 18 melhores amadores, categoria do brasileiro, e aos 60 melhores profissionais, que definirão o título. Realizado desde 2001, o Alfred Dunhill Links Championship oferece nada menos do que US$ 5 milhões, aproximadamente R$ 27 milhões, em prêmios. Participam cinco profissionais entre os 50 melhores do ranking mundial: Tony Finau, nono colocado, e Billy Horschel, 18º, ambos dos Estados Unidos, Tyrrell Hatton (19º) e Tommy Fleetwood (37º), além do irlandês Shane Lowry (42º).

Mais em Golfe