Siga o OTD

Ginástica Rítmica

Com 39 medalhas, Brasil mantém hegemonia no Sul-Americano de ginástica rítmica

O Brasil mostrou no fim de semana o seu domínio na América do Sul quando o assunto é ginástica rítmica. No Campeonato Sul-Americano disputado em Paipa, na Colômbia, o país ganhou 17 das 23 medalhas de ouro em disputa.

Na categoria adulta, Natália Gaudio, representante da ginástica rítmica brasileira nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, garantiu todos os ouros da categoria e sagrou-se pentacampeã sul-americana. No arco, somou 16,333, seguido por 15,783 na bola, 15,933 nas maças e 15,383 na fita. No individual geral, mais uma medalha dourada, com 62,717. Por equipe, Natália, Carolina Tonelotto e Gabriela Ribeiro fizeram 109,417 e subiram no lugar mais alto do pódio.

Para Monika Queiroz, técnica de Natália, a delegação brasileira deixou a Colômbia com a sensação de dever cumprido e com a certeza que a modalidade está no caminho certo. “Novamente nós mostramos a nossa hegemonia na América do Sul. O mais importante é que todas as categorias vêm crescendo ainda mais. Nas categorias de ginastas menores, tínhamos atletas e treinadoras começando na Seleção e esse campeonato foi de grande motivação para elas. A Seleção Juvenil realmente é um talento, que logo vai levar novos valores para a equipe adulta. A ginasta Natália Gaudio, mais uma vez, reforçou o exemplo que dá para os outros países, com sua garra, persistência e, sobretudo, pela conquista do pentacampeonato sul-americano. Estamos muito felizes com os resultados”, exaltou a treinadora, que destacou ainda a placa recebida por Natália pela Confederação Sul-Americana de Ginástica como reconhecimento ao desempenho da brasileira nos Jogos Olímpicos, quando representou a ginástica rítmica sul-americana.

No pré-infantil, para ginastas de 9 e 10 anos, o futuro da modalidade fez bonito. Nas mãos livres, ouro de Gabryela Nogueira da Rocha (11,417 pontos) e prata de Laura Asturian (11,000). No arco, Gabryela foi a segunda colocada (10,167). Já na bola, a brasileira foi a campeã (9,850). No individual geral, Laura ficou em primeiro (32,583), seguida por Gabryela (31,967). Por equipe, o Brasil novamente foi o destaque (85,283). O conjunto, composto por Ana Clara Morais Mendes, Camila Ferreira Cunha, Evelyn da Silva Lamego, Isabella Lira Lages e Raica Gabriela Tomé Alho foi prata nas mãos livres (9,800).

As atletas do infantil, de 11 e 12 anos, também ficaram em evidência na competição. Primeiro, nas mãos livres, com Kauany Zanettin Paes (12,767), em primeiro, e Mariana Gonçalves (12,667), em segundo. Kauany venceu também no arco (12,550). Na bola, Kauany e Mariana dividiram a liderança (11,133 cada).  Na fita, o destaque foi Kauany (10,833). No individual geral, Mariana subiu no lugar mais alto do pódio (44,516) e Kauany foi a segunda (43,934). Por equipe, mais um ouro para o Brasil (89,400).

Ainda pelo infantil, as ginastas Amanda Hernandez Viotti, Bianca Caroline Caldas, Maiara Manoel de Deus, Marina Ramos Sampaio, Rafaela Cristina Marcelino da Silva e Sophia Evangelista César Botto de Freitas levaram o ouro no conjunto cordas (10,067) e no conjunto maças (11,117). No conjunto geral, mais uma medalha dourada (21,184).

Pelo juvenil, na corda, Heloísa Bornal foi a primeira colocada (13,517) e Mariany Hatori Miyamoto a segunda (13,433). Heloísa também venceu no arco (14,600) e na bola (14,300). Já Mariany foi prata na bola (13,917). Nas maças, ouro de Vitória Guerra Andrade (13,950), com Heloísa em segundo (12,867). No individual geral, o pódio contou com Heloísa (56,166) e Mariany (53,284). Por equipe, mais um ouro (110,833).

O conjunto da categoria, formado por Ana Paula Falabretti, Bruna Letícia da Silva, Caroline Kunzler, Jainy Iolanda Klemann, Natiely Aparecida da Silva Oliveira e Tayná Isabelli Stein ficou com o ouro na fita (7,900) e a prata na bola (10,483). No conjunto geral, veio a primeira colocação (18,900).

 

APOIE O OLIMPÍADA TODO DIA

Desde setembro de 2016, o Olimpíada Todo Dia não deixa você ter saudade dos Jogos nunca. É o único veículo de comunicação que todos os dias traz a trajetória dos atletas olímpicos e paralímpicos, combatendo a monocultura do futebol e na busca de ajudar a mudar a cultura esportiva do Brasil. Gosta do nosso trabalho? Nos apoie! Faça um pix para [email protected]

Outra alternativa para nos apoiar é usando o cupom OTD em compras na Centauro. Com o cupom, você ganha 10% de desconto na compra de equipamentos esportivos e parte do valor será revertido para o Olimpíada Todo Dia. Vale lembrar que os descontos não são cumulativos. Se alguma peça já estiver em oferta, você não conseguirá aumentar o desconto, mas se colocar o cupom OTD, parte do valor vai ajudar o portal do mesmo jeito. Você pode comprar também pela vitrine do OTD no site das Centauro.

Fundador e diretor de conteúdo do Olimpíada Todo Dia

Mais em Ginástica Rítmica