Siga o OTD

Ginástica Artística

Rebeca Andrade brilha de novo e Flamengo é campeão brasileiro por equipes

Rebeca Andrade brilha de novo e Flamengo é campeão brasileiro por equipes

Mesmo desfalcado de Flávia Saraiva e Jade Barbosa, que não estão participando do Campeonato Brasileiro, e com Daniele Hypólito competindo apenas na trave, o Flamengo conquistou o título por equipes na manhã deste sábado no ginásio do Pinheiros. O grande nome do Rubro-Negro na competição foi Rebeca Andrade, que obteve 58,400 na soma dos quatro aparelhos, pontuação maior do que a obtida na quinta-feira, quando a ginasta ganhou a medalha de ouro no individual geral.

Rebeca fez 15,100 no salto, 14,500 nas barras assimétricas, 14,300 na trave e 14,500 no solo. Além da ginasta, foram campeãs pelo Flamengo Milena Teodoro, Isabelle Cruz, Maria Cecília Cruz e Daniele Hypolito. Aliás, a veterana ginasta, só competiu em um aparelho e mostrou a que veio ao conseguir 14,650, a melhor nota do dia na trave.

No total, o Rubro-Negro alcançou 167,650 para ficar com o título. O vice-campeonato por equipes ficou com o Cegin, que conseguiu 165,850. Quem liderou a equipe paranaense foi Thaís Fidelis, de apenas 15 anos, comprovando mais uma vez que é a grande promessa para o futuro da ginástica brasileira. Ela foi melhor que Rebeca no solo (15,100) e na trave (14,400), aparelho em que só ficou atrás de Daniele Hypolito, fez a segunda melhor pontuação no salto (14,800) e só ficou devendo um pouco nas barras assimétricas (12,900), o que fez com que ela somasse no total apenas 1,200 a menos do que a flamenguista.

A medalha de bronze ficou para o Pinheiros, que somou 153,600, ficando a frente de Osasco, que terminou na quarta colocação com 151,350.

Mais em Ginástica Artística