Siga o OTD

Érika - seleção brasileira de futebol feminino - Jogos Olímpicos de Tóquio 2020

Futebol

Jogadoras da seleção comentam sobre o reencontro na final do Brasileiro

Erika e Ary Borges, que estiveram juntas na seleção brasileira na data FIFA, comentam sobre a segunda partida da decisão do Brasileiro feminino

Foto: Daniela Porcelli/CBF

Jogadoras da seleção comentam sobre o reencontro na final do Brasileiro

Seleção Feminina finalizou, nesta terça-feira (21), o período de preparação na Paraíba. A Canarinha encerra os compromissos com a sensação de dever comprido, após ganhar os dois jogos preparatórios realizados diante da Argentina. Depois de defenderem o mesmo objetivo com a Seleção, jogadoras de Corinthians e Palmeiras comentaram suas expectativas para o reencontro em lados diferentes, na final do Brasileiro Feminino Neonergia, que acontecerá no domingo (26).

-Marcus D’Almeida brilha e se classifica em segundo para o mata-mata do Mundial

Após jogar ao lado de suas adversárias, Erika, do Corinthians, ressaltou a importância desse momento na Seleção para colocar a rivalidade de lado, mas destacou que na final é cada uma defendendo a sua camisa. A zagueira também deixou claro o desejo de conquistar o título do Brasileiro feminino para o Timão.

Bruno Trolo

“Foi importante convivermos juntas aqui, até para parar com a rivalidade fora do campo. Normalmente não temos isso, mas esse período deixou uma relação mais amigável. Porém, dentro do campo são elas lutando pela camisa delas e a gente pela nossa. A Fiel é isso: são jogadoras e torcida fiéis. No jogo não tem amizade, servimos o nosso manto e vamos guerrear até o final. Estou louca para chegar em casa, me recuperar, e saber que domingo é a hora da verdade. Não vamos deixar barato, porque queremos levar mais um título para o Corinthians”, disse Erika.

Meia do Palmeiras, Ary Borges, detalhou a convivência com as jogadoras do Corinthians. Ela explica que a rivalidade é esquecida ao vestir a camisa da Seleção, construindo uma relação de amizade.

“É bem engraçada essa convivência, porque rola aquela rivalidade entre Corinthians e Palmeiras, mas toda essa rivalidade acaba ficando lá. Quando a gente vem representar a camisa da Seleção Brasileira, viramos companheiras de equipe. No futebol feminino tem muita amizade, então o tratamento umas com as outras aqui é normal, temos uma relação de amigas”, explicou Ary.

Ary Borges
Instagram/ary_borges

+ SIGA O OTD NO YOUTUBETWITTERINSTAGRAMTIK TOK E FACEBOOK

No primeiro jogo da final, Corinthians venceu o Palmeiras por 1 a 0, com gol de Gabi Portilho. Atual campeão, o empate entrega a taça novamente ao Corinthians, que terá a chance de conquistar o primeiro tricampeonato da história do torneio. Sonhando com o título inédito, o Palmeiras precisa vencer por um gol de diferença, levando a decisão para os pênaltis.

A decisão do Brasileirão Feminino Neoenergia será neste domingo (26), às 21h, na Neo Química Arena, em São Paulo (SP). A partida terá transmissão de Band, SporTV e canais da CBF e do Desimpedidos no TikTok.

Mais em Futebol