Siga o OTD

Mateus Alves na seleção brasileira de boxe

Boxe

Técnico testa positivo para covid e desfalca seleção de boxe

Mateus Alves, técnico da seleção brasileira de boxe, testou positivo três dias depois de voltar da Bulgária e não vai viajar com o grupo para Portugal

Infectado com o novo coronavírus, Mateus Alves fica de fora de uma viagem da seleção pela primeira vez desde 2017 (Fernanda Oliveira/ Fokus Assessoria)

Técnico testa positivo para covid e desfalca seleção de boxe

A seleção brasileira de boxe embarcou nesta sexta-feira (30) para mais uma fase de treinos em Portugal pela Missão Europa, organizada pelo COB (Comitê Olímpico do Brasil) para manter os atletas em atividade durante a pandemia. A equipe composta por 15 pugilistas, no entanto, vai para Portugal desfalcada do técnico Mateus Alves, que testou positivo para Covid-19. O treinador foi o único membro da delegação que disputou na semana passada o Torneio Internacional dos Balcãs, na Bulgária, a ser infectado com o novo coronavírus.

“Eu infelizmente estou fora da viagem porque fui o único dos 19 integrantes do grupo que deu PCR positivo. Fiquei muito chateado! Todos que estavam comigo na Bulgária deram negativo e só eu positivo, infelizmente”, revelou Mateus Alves, que, no entanto, está bem e não apresenta sintomas da doença.

“Estou normal! Se não fosse a viagem de hoje, não teríamos feito o teste e estaria trabalhando normalmente. Não tenho simplesmente nada, nem tosse, febre, dor de garganta, nada!”, afirmou o treinador, que já se colocou em quarentena. A delegação brasileira de boxe retornou da Bulgária na segunda-feira e ficou apenas três dias em São Paulo antes de embarcar de novo para a Europa.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM E NO FACEBOOK

Além de Mateus Alves, as atletas Graziele de Jesus, Jucielen Cerqueira, Beatriz Ferreira, Beatriz Soares e Flávia Figueiredo estiveram na disputa do Torneio Internacional dos Balcãs de boxe feminino. Todas elas testaram negativo e foram liberadas para viajar para Portugal.

Junto com elas, Clélia Marques também vai para a segunda base de treinamento do boxe na Missão Europa, além de nove atletas do masculino: Wanderson Oliveira, Nicolas Jesus, Luiz Fernando, Hebert Sousa, Marcus Vinicius, Keno Machado, Abner Teixeira, Felipe Lopes e Cosme Nascimento. Os 15 atletas serão comandados pelos treinadores Leonardo Macedo e Amônio Silva, que também esteve na Bulgária, e estarão sob os cuidados do fisioterapeuta Fábio Conrado.

“Tenho total confiança na minha equipe de treinadores. São os profissionais que trabalham comigo todos os dias. Tenho certeza que eles vão preparar o grupo da melhor forma possível”, afirmou Mateus Alves, que salientou a importância de mais uma fase de preparação. “O grupo está indo de novo a Portugal como forma de base de treinamento, que é sempre muito importante para o atleta de alto rendimento, porque ficamos num ambiente fechado e controlado, sem ter nenhum tipo de distração extra e isso faz a gente ter um ganho esportivo”.

Na Europa, os atletas não terão a oportunidade de participar de nenhuma competição, mas vão se preparar para a disputa do Campeonato Brasileiro, que está marcado para começar no dia 5 de dezembro.

“Como tivemos poucos eventos internacionais de boxe em 2020, o Campeonato Brasileiro tomou uma proporção muito importante na nossa preparação visando os Jogos Olímpicos do ano que vem”, completou o treinador.

Mais em Boxe