Siga o OTD

Quinteto brasileiro estreia com altos e baixos na Bulgária

Boxe

Bia Ferreira vence em retorno às competições no boxe

Campeã Mundial e mais duas boxeadoras brasileiras vencem na estreia de competição disputada na Bulgária

Quinteto brasileiro estreia com altos e baixos na Bulgária (Instagram/beatrizferreira60kg)

Bia Ferreira vence em retorno às competições no boxe

Após oito meses sem competições, as boxeadoras brasileiras retornaram às competições nesta quinta-feira (22) pela disputa da 6ª edição do Torneio Internacional dos Balcãs, que acontece na cidade de Sófia, na Bulgária. Das cinco inscritas, três saíram vitoriosas: Beatriz Ferreira, Jucielen Romeu e Beatriz Soares.

Disputando a categoria até 60 kg, Beatriz Ferreira retornou às lutas com o pé direito e derrotou Esra Yidiz, da Turquia, em decisão unânime dos juízes. Com o triunfo, a brasileira atual campeã mundial avança para a semifinal e já volta a lutar na manhã desta sexta (23), quando enfrentará a atleta local Denitsa Elisseva.

“Hoje foi muito especial, porque tinha muito tempo que a gente não estava sentindo essa adrenalina, vivendo esse momento de campeonato. Desde o início do ano que eu não luto. A primeira luta desse ano foi essa. Cheguei a pensar se iria acontecer (lutar) isso de novo, mas graças a Deus tá tudo voltando. Quero aproveitar, o ano ainda não acabou e tentar fazer o máximo de campeonato, de sparrings, de simulações de lutas de boxe, porque, querendo ou não, a gente sento muita falta”

+ Confira o vídeo que marca três anos para o Pan de Santiago

Jucielen Romeu e Beatriz Soares

Jucielen Romeu foi mais uma que estreou com vitória em decisão comum de todos os juízes. A boxeadora que disputa a categoria até 57vkg venceu Aycan Guldagi, da Turquia, e agora enfrenta a croata Cacic Nicolina, nesta sexta-feira.

Outra vitoriosa do dia, Beatriz Soares, na categoria até 69 kg, bateu Dobromira Georgieva, da Bulgária, por RSC (luta interrompida pela arbitragem) no 3º round. Em seu próximo confronto a atleta enfrenta Melis Yonuzova, outra da Bulgária.

Torneio acabou sendo esvaziado por conta da pandemia do coronavírus boxe Beatriz Ferreira Torneio Internacional dos Balcãs
Torneio acabou sendo esvaziado por conta da pandemia do coronavírus (CBboxe)

Por outro lado, Graziele Souza (51 kg) e Flávia Figueiredo (75 kg) foram superadas na estreia por Busenaz Cakiroglu e Sennur Demir, ambas da Turquia, respectivamente. Os dois resultados foram por unanimidade.

“Todo mundo tá bem, apesar que tivemos duas derrotas, mas as meninas lutaram bem. Ainda tem três da disputa, vamos com tudo. A gente quer o lugar mais alto do pódio. Com raça a gente vai conseguir chegar lá”, acrescentou Bia Ferreira.

Boa avaliação

Tradicional no calendário do boxe europeu, o Torneio Internacional dos Balcãs normalmente recebe boxeadores de 20 a 25 países na Bulgária. Neste ano, porém, a pandemia esvaziou a competição, que conta apenas com competidores de cinco nações: Brasil, Kosovo, Bulgária, Croácia e Turquia.

Por conta disso, algumas categorias sofreram mudanças em seu formato e alteraram o cronograma. Dessa forma, por exemplo, mesmo derrotada na estreia, Flávia Figueiredo lutará novamente com Sennur Demir no próximo sábado.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM E NO FACEBOOK

Mesmo se tratando de torneio reduzido, o técnico que acompanha a delegação feminina na Europa, Mateus Alves, faz uma boa avaliação da participação das atletas no evento.

“Está sendo muito positivo, voltar a eventos oficiais é de vital importância pro projeto Tóquio 2021, por mais que continuamos ativamente desde julho a treinar com a Equipe Integrada em São Paulo, a luta é a principal forma de preparação para os atletas do Boxe. Realizando aqui duas ou três lutas por atleta é fundamental para retornarmos a nossa forma competitiva antes de viagem à Portugal, que faremos próximo dia 30, e antes do Campeonato Brasileiro de boxe, que será disputado no a partir do dia 5”, avaliou o técnico Mateus Alves.

Mais em Boxe