Siga o OTD

Paralimpíada Todo Dia

Mãe e filha competem juntas na Copa Brasil de jovens de bocha

Janaína Pessato, técnica da classe BC4 e auxiliar de José Carlos de Oliveira na campanha da medalha de prata dos Jogos Paralímpicos do Rio 2016, é calheira de Karen Pessato

Janaína Pessato Karen Pessato bocha Copa Brasil de jovens de bocha
(Ale Cabral/CPB)

As mineiras Janaína Pessato e Karen Pessato são duas dos 56 participantes da Copa Brasil de jovens de bocha. Mais do que representantes da Associação dos Deficientes Físicos de Uberaba, clube sediado na cidade em que nasceram, a calheira Janaína e a atleta Karen são mãe e filha. Esta é a segunda vez que a dupla disputa uma competição de bocha no alto rendimento. A primeira foi o Campeonato Brasileiro de jovens da modalidade realizado em maio, em Curitiba.

Apesar da parceria recente em torneios, Janaína e Karen já vivem intensamente a bocha há muitos anos. A mãe já trabalhava na modalidade quando adotou a filha, à época com três anos. “Ela começou a me acompanhar nas competições muito novinha. E, com 12 anos, entrou em torneios escolares”, disse Janaína, que esteve na seleção brasileira de bocha entre 2006 e 2016.

+ Espelho, espelho meu! Iguais, mas diferentes e está tudo bem!

Rio-2016

No último ano com a equipe nacional, a mineira foi técnica da classe BC4 e auxiliar de José Carlos de Oliveira nos Jogos Paralímpicos do Rio 2016. Na ocasião, comandou o trio formado por Dirceu Pinto e os irmãos Eliseu e Marcelo dos Santos. Os três foram medalhistas de prata por equipe. Depois de ser técnica e auxiliar, Janaína assumiu a função de calheira de Karen, ou seja, a pessoa que posiciona a calha na hora das jogadas. Em 2019, a jovem disputou as Paralimpíadas Escolares por Minas Gerais.

“Há três anos, eu a sentia ainda imatura para o esporte. Agora, ela está começando a entender o que é uma competição de bocha. Hoje mesmo, a Karen perdeu seu primeiro jogo na Copa Brasil e chorou. Ficou brava com a calha porque não conseguiu posicionar como queria. Ela fica muito ansiosa antes dos torneios, assim como fico também. Às vezes, até mais do que ela porque eu quero falar, mas não posso”, admitiu a mãe.

Calheira

Karen tem paralisia cerebral e disputa jogos na BC3, que reúne atletas com deficiências muito severas. Nessa classe, é permitido o uso de instrumento auxiliar, como a calha, e a ajuda de outra pessoa. “Infelizmente, não tenho dinheiro para contratar um calheiro para ela neste momento. Não é indicado que a mãe ou o pai assuma essa função porque há uma relação afetiva muito forte, que, muitas vezes, pode atrapalhar o desempenho do atleta”, disse Janaína.

Embora lamente a necessidade de ser calheira de Karen, a ex-técnica da seleção brasileira reconhece os benefícios que a bocha promoveu na vida de sua filha. “Todo atleta precisa de responsabilidade para acordar cedo, treinar e manter o foco na hora dos jogos. Ela melhorou em todos os aspectos, mas sempre foi bastante participativa e comunicativa, mesmo sem verbalizar seus sentimentos. Estou a preparando para, daqui cinco a dez anos, competir em torneios com um grau de exigência maior”, finalizou Janaína.

Dois dias de disputas

A Copa Brasil reúne 43 atletas de 24 clubes, sediados em diversas cidades do Brasil. O torneio começou na sexta-feira (29) até a tarde deste sábado (30) no Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo. Um dos principais objetivos da competição é descobrir e aprimorar jovens talentos da bocha do país.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBETWITTERINSTAGRAMTIK TOK E FACEBOOK

APOIE O OLIMPÍADA TODO DIA

Desde setembro de 2016, o Olimpíada Todo Dia não deixa você ter saudade dos Jogos nunca. É o único veículo de comunicação que todos os dias traz a trajetória dos atletas olímpicos e paralímpicos, combatendo a monocultura do futebol e na busca de ajudar a mudar a cultura esportiva do Brasil. Gosta do nosso trabalho? Nos apoie! Faça um pix para [email protected]

Outra alternativa para nos apoiar é usando o cupom OTD em compras na Centauro. Com o cupom, você ganha 10% de desconto na compra de equipamentos esportivos e parte do valor será revertido para o Olimpíada Todo Dia. Vale lembrar que os descontos não são cumulativos. Se alguma peça já estiver em oferta, você não conseguirá aumentar o desconto, mas se colocar o cupom OTD, parte do valor vai ajudar o portal do mesmo jeito. Você pode comprar também pela vitrine do OTD no site das Centauro.

Clique para comentar

Você deve estar logado para postar uma comentário Login

Deixe um Comentário

Mais em Paralimpíada Todo Dia