Siga o OTD

Basquete

Vera Cruz Campinas encerra fase de classificação com 100%

Foto: Fábio Leoni/Vera Cruz Campinas

Equipe do Vera Cruz Campinas disputou o último jogo pela fase classificatória da Liga de Basquete Feminino e continua invicta

A Liga de Basquete Feminino (LBF) registrou a quebra de marcas importantes na rodada passada. A mais evidente é a liderança do Vera Cruz Campinas. A equipe se tornou a terceira a encerrar a fase classificatória da competição com 100% de aproveitamento.

Em 2011/2012, na segunda temporada do campeonato, o ADCF/Unimed/Americana conquistou as mesmas 16 vitórias. A equipe seguiria rumo ao título, perdendo apenas uma partida nas semifinais para o Santo André. No ano seguinte, em temporada reduzida, o Sport Recife conquistou o único título invicto até hoje, com seis vitórias na fase de classificação e outras quatro nos playoffs.

A última rodada da fase classificatória começa nesta quinta (19), con o confronto entre Poty/BAX/Catanduva e Blumenau, a partir das 20h. Ela segue até domingo, com rodadas duplas no ABC paulista e o último jogo do Presidente Venceslau em casa nesta primeira fase.

Assistências

A armadora Joice, do Funvic/Ituano, quebrou o próprio recorde de assistências no duelo contra a Uninassau. Ela fez 19, três a mais do que a marca anterior. Só no primeiro tempo, Joice conseguiu 13 passes. Ela é a única atleta da temporada a realizar mais de 100 assistências no total – foram 130 na temporada, totalizando 800 em jogos pela LBF.

2 mil pontos

A ala Palmira, do Ituano, chegou à marca de 2 mil pontos na LBF. Ela é a quarta jogadora a atingir a marca após oito temporadas de competição. Além da ala do Funvic/Ituano, outras três já haviam chegado aos 2 mil pontos: Ariadna (Vera Cruz Campinas. 2.594 pontos), Jaqueline (Santo André/Apaba, 2.269) e Karla (Vera Cruz Campinas. 2.004).

Melhores partidas da carreira

As alas Julia, do São Bernardo/Brazolin/Unip, e Tati Pacheco, do Sampaio Basquete, fizeram as melhores partidas da carreira na última rodada. Apesar das derrotas, elas se destacaram em quadra.

A primeira não conseguiu evitar a derrota para o Presidente Venceslau por 76 a 70. Ainda assim, ela anotou 21 pontos, com cinco bolas de três e seis assistências.

Já Tati comandou o Sampaio na derrota para o Ituano com 28 pontos. Na temporada 2018, ela mantém a melhor média de pontos na carreira (11,1), assistências (1,7) e minutos jogados (31,8).

Mais em Basquete

viagra