Siga o OTD

Cerrado Basquete reforços NBB

Basquete

Times do NBB confirmam mais reforços para a temporada

Cerrado Basquete e Caxias do Sul anunciaram nos últimos dias mais três atletas cada. Já o Basquete Cearense fechou parceria com o Fortaleza

Americano teve boa temporada na Argentina em 2019/2020 (Divulgação Cerrado Basquete)

Times do NBB confirmam mais reforços para a temporada

Os times que irão disputar o NBB desta temporada seguem se movimentando no mercado de transferências. Nesta semana, o Cerrado Basquete e o Caxias do Sul, duas das últimas equipes a se confirmarem na competição nacional, anunciaram mais três atletas cada uma. 

Depois de confirmar Douglas Nunes, Sérgio Conceição e Paulo Lourenço, o Cerrado Basquete tem mais um trio de atletas. Para o garrafão, o time de Brasília terá o experiente pivô Bruno Fiorotto. Aos 36 anos, o atleta vem de uma temporada em que teve médias de 7,1 pontos e 5,5 rebotes no NBB. 

Além dele, o Cerrado Basquete continua apostando em nomes mais jovens e Alex Dória fará parte do elenco. O atleta de 23 anos vem de uma temporada discreta no Mogi das Cruzes, onde teve médias de 1,7 ponto e 1,4 rebote. O ala também defendeu o Paulistano na carreira. 

+ No estouro do cronômetro, Lynx, de Damiris, perde jogo 1

Outro jogador que defenderá as cores do Cerrado Basquete no NBB é JC Fuller. Seguindo o padrão de jogadores da modalidade nos Estados Unidos, o norte-americano atuou na universidade Western Illinois, da NCAA D1, entre 2014 e 2016. Depois disso, acabou rodando por alguns times da Lituânia, Espanha, Hungria, República Tcheca e na última temporada esteve na Argentina, onde teve médias de 15,8 pontos, 1,7 assistências e 2,8 rebotes. 

Reforços do Caxias do Sul 

Depois de duas temporadas fora, o Caxias do Sul retorna ao NBB. Para essa volta, o time do sul do país já confirmou três nomes. O primeiro deles foi Pedro Mendonça. Com passagens por Franca e o próprio Caxias, o jogador esteve as duas últimas temporadas no Brasília e em 2019/2020 teve médias 5,2 pontos e 2,1 rebotes. 

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM E NO FACEBOOK

Caxias do Sul também terá em seu elenco Pedro Teruel. O experiente ala, com passagens por Paulistano, Franca, São José e Rio Claro, chega no time do Rio Grande do Sul com médias de 6,6 pontos e 1,7 rebote na última temporada. 

O ala/pivô Antônio, que atuou em 2019/2020 na Unifacisa, chega para reforçar o garrafão do time gaúcho no NBB. O atleta de 26 anos vem de uma temporada com médias de 5,5 pontos e 2,5 rebotes. 

Após uma temporada na Argentina, Adriano Big volta ao Brasil para jogar pelo Caxias do Sul. Depois de passar pelo Minas e Franca de maneira mais apagada, o pivô defendeu o Estudiantes de Córdoba em 2019/2020.

Fortaleza é Basquete Cearense

Na última semana, o Ceará ganhou uma cara nova no NBB. Fundado em 2012, o Basquete Cearense confirmou uma parceria com o Fortaleza, clube da capital do estado. Com isso, o time passará a se chamar Fortaleza Basquete Cearense. 

“O Fortaleza vai se consolidando como um clube que apoia outras modalidades, que atinge outros públicos e que, agora, vai estar na primeira divisão também no basquete. O NBB é uma competição super organizada, no formato de liga, em que os clubes são ouvidos nas tomadas de decisões, onde o espetáculo é visto como algo para entreter o torcedor além do jogo em si. E o Fortaleza vai somar a sua marca a um produto que já tem consolidação, atrair o nosso público e fortalecer institucionalmente o Fortaleza Esporte Clube à nível nacional em outra modalidade na primeira divisão”, destacou o presidente Marcelo Paz.

“A parceria não prevê uma fusão, mas a união de forças onde serão aproveitadas as sinergias, explorando as potencialidades de cada parceiro. O Basquete Cearense entrará com toda sua expertise no mercado do basquetebol profissional, contemplando o gerenciamento de atletas, comissão técnica, contratações, logística, além do relacionamento institucional com as entidades de administração do basquetebol. Já o Fortaleza assumirá departamentos onde o clube atua muito bem, como marketing, comercial e comunicação, agregando ao projeto com o profissionalismo de uma gestão reconhecida nacionalmente e a força da leal torcida tricolor que, agora, terá mais um representante na elite do esporte nacional”, explicou Thális Braga, presidente do time de basquete. 

Mais em Basquete