Siga o OTD

Hall da Fama - Kobe Bryant - Pandemia de Coronavírus - Basquete

Coronavírus

Definição sobre cerimônia do Hall da Fama deve sair em junho

Cerimônia que eternizará Kobe Bryant foi adiada pela pandemia, e CEO do Hall da Fama falou sobre as possibilidades para novas datas

Kobe Bryant será um dos eternizados no Hall da Fama de 2020 (Divulgação/NBA)

Definição sobre cerimônia do Hall da Fama deve sair em junho

A tradicional cerimônia do Hall da Fama do basquete foi adiada oficialmente no final de maio por conta da pandemia de coronavírus. O evento, que consagraria o lendário Kobe Bryant após seu falecimento no início deste ano, ainda não tem data definida para acontecer. Mas o CEO do Hall da Fama, John Doleva, falou sobre algumas possibilidades e disse que uma definição deve ser tomada ainda neste mês.

A data original para a cerimônia que eternizará Kobe seria entre 28 e 30 de agosto. Havia a hipótese de ela acontecer apenas em 2021, mas Doleva levantou um problema: o Hall da Fama não sabe como serão as temporadas de basquete da NBA e da faculdade. Mas a possibilidade não está descartada.

+Pai pela primeira vez, Varejão aproveita todos os momentos

“Encontrar uma data nesse período de tempo que funcione no novo calendário de basquete é um pouco difícil. É certo que a data de agosto está descartada. A data de outubro ainda está em jogo, mas a primavera (outono do ano que vem no Brasil) é o plano B”, disse Doleva em entrevista à “Associated Press”.

“Teremos a classe mais notável de todos os tempos, quando isso acontecer. Não planejamos dessa maneira e não é a maneira que teríamos escolhido fazer a cerimônia. Mas temos a sorte de que nossos planos foram capazes de permanecer no lugar, mesmo que a data tenha mudado”, completou o CEO do Hall da Fama.

Novidades

A classe Hall de 2020 do Hall da fama inclui Kobe Bryant, Kevin Garnett, Tim Duncan e a estrela da WNBA, Tamika Catchings. Além deles, serão homenageados, o treinador Eddie Sutton, que morreu no mês passado, e os colegas Rudy Tomjanovich, Kim Mulkey e Barbara Stevens, junto com o ex-secretário geral da FIBA, ​​Patrick Baumann.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM E NO FACEBOOK

Apesar de não ter ainda uma data, uma novidade na cerimônia é certa. O Hall da Fama quebrará um pouco o protocolo e permitirá que os membros das família falem em nome dos homenageados que estão sendo introduzidos postumamente. Anteriormente, eles eram apresentados apenas em vídeo.

Além disso, o CEO do Hall da Fama ressaltou que todos serão homenageados igualmente. “Não será tudo sobre Kobe. Pode ser um pouco mais para ele, francamente, e por razões óbvias. Mas será uma cerimônia memorável e vamos celebrar todos igualmente em termos de suas realizações. Eles são todos do Hall da Fama, e todos são iguais aos olhos do museu”, concluiu.

Mais em Coronavírus