Siga o OTD

Basquete

Santo André cresce durante o jogo e vence mais uma na LBF 2019

Santo André/Apaba supera desvantagem de 14 pontos, vence clássico do ABC paulista e sobe para o 4º lugar

Santo André cresce durante o jogo e vence mais uma na LBF 2019

Com uma atuação heroica, o Santo André/Apaba superou uma desvantagem que chegou a ser de 14 pontos para vencer o Instituto Brazolin/São Bernardo/Unip por 65 a 61 no clássico do ABC paulista, pela LBF 2019, disputado no ginásio do CREC Baetinha, em São Bernardo do Campo (SP). A equipe comandada por Bruno Guidorizzi fez parcial 35×17 nos últimos 15 minutos e subiu para a quarta colocação, com 4 vitórias em 6 jogos e 66,7% de aproveitamento.

Pelo segundo jogo seguido, a ala Izabela foi a cestinha da vitória andreense, com 19 pontos, as mesmas cinco bolas de três registradas no último sábado, além de 6 rebotes e 5 assistências. Mas a mais eficiente foi a pivô Barbara, autora de 16 pontos e 14 rebotes (duplo-duplo) em menos de 30 minutos em quadra, com 28 de eficiência.

Pela equipe da casa, que teve seu melhor momento no segundo período, destaque para mais uma boa atuação de Glenda – 14 pontos e 9 rebotes, os 12 pontos da ex-andreense Dominick e os 11 de Juliana. As comandadas de Marcio Bellicieri seguem na sétima posição, com a mesma campanha da Uninassau (33,3%, 2 vitórias e 4 derrotas) mas saldo melhor (-3 contra -36).

A virada desta terça, no entanto, não é a maior que as andreenses aplicam sobre o rival. No jogo de abertura da temporada 2018, no primeiro confronto entre ambos na história da LBF, a equipe auriceleste superou um déficit de 22 pontos para vencer por 74 a 51. Agora são três jogos e três vitórias para o Santo André/Apaba em clássicos válidos pela LBF.

O jogo – A partida era válida pela primeira rodada da LBF e havia sido adiada em respeito ao falecimento da ex-treinadora andreense Laís Elena.

O primeiro quarto foi muito equilibrado, com as equipes se alternando no placar. No segundo, as donas da casa foram melhores, com uma defesa forte e transições rápidas para anotar a parcial 18×9 que deu dez pontos de vantagem no intervalo. O Santo André/Apaba tinha problemas no garrafão e conseguia pontuar apenas do perímetro.

No início do terceiro período, as são-bernardenses chegaram a ter 14 pontos na frente. Foi quando o técnico Bruno Guidorizzi passou a apostar no jogo interno com Barbara e o pick and roll andreense começou a dar certo. A pivô anotou 7 dos 20 pontos da equipe no período e o Santo André/Apaba cortou o déficit para apenas 5.

O jogo pegou fogo no fim. O Instituto Brazolin/São Bernardo/Unip segurou a vantagem até os 5 minutos finais, levou a reviravolta, ainda retomou a liderança faltando três minutos com duas cestas na sequência da pivô Juliana, mas sofreu a virada fatal a um minuto do término, com uma cesta de Izabela para o Santo André/Apaba sacramentar a vitória épica.

O técnico Bruno Guidorizzi comentou o fator determinante para a virada andreense.

“Principalmente a mudança de postura e atitude do nosso time. Não nos impusemos no primeiro tempo, quando fomos displicentes e São Bernardo aproveitou para abrir vantagem, no segundo quarto, fazendo bolas difíceis. Mas fomos entrando no jogo, utilizando nossa força no garrafão para gerar desequilíbrio na defesa delas e conseguir pontuar”, disse o técnico vitorioso da noite.

“A gente estava muito confiante e faltou lucidez e atitude na defesa. Ficamos muito dispersas no segundo tempo e não conseguimos mais voltar atrás”, lamentou a ala/armadora Mayara, do Instituto Brazolin/São Bernardo/Unip.

Próximos jogos: As duas equipes viajam para o interior paulista onde jogam fora de casa no próximo sábado. O Santo André/Apaba encara o líder Vera Cruz Campinas (17h, LBF LIVE), no ginásio da Ponte Preta em Campinas. Já o Instituto Brazolin/São Bernardo/Unip pega o SESI Araraquara no ginásio Gigantão (19h, LBF LIVE).

Mais em Basquete