Siga o OTD

Atletismo

Gabriele Sousa fica perto do pódio no Meeting de Madrid

Gabriele teve o melhor resultado entre os brasileiro no Meeting de Madrid ao terminar em 4º lugar do salto triplo feminino

Na imagem, Gabriele durante o movimento de salto triplo.
Gabriele durante o movimento de salto. Foto: Instagram/ @gabrielegrilo

Restando nove dias para o fechamento do ranking olímpico da World Athletics (Federação Internacional de Atletismo), brasileiros seguem em competições na Europa buscando pontos para garantir a classificação ou finalizar a preparação para os Jogos Olímpicos de Paris. Nesta sexta-feira (21), o Brasil contou com três representantes no Meeting de Madrid, na Espanha. Gabriele Sousa, do salto triplo, foi quem teve o melhor resultado ao ficar com a 4ª posição. Juliana Campos e Rafael Pereira fecharam longe do pódio. 

+ SIGA O OTD NO YOUTUBETWITTERINSTAGRAMTIK TOK E FACEBOOK

Melhor brasileira no ranking mundial do salto triplo feminino com a 18ª posição, Gabriele Sousa fez seu melhor salto na primeira oportunidade. Com 14,06m, a brasileira esteve entre as três primeiras colocadas até a quarta rodada. Nela, a turca Tugba Danismaz fez 14,10m e assumiu a terceira posição. A francesa Ilionis Guillaume levou o ouro com 14,39m, enquanto a espanhola Ana Brion ficou com a prata saltando para 14,36m.

Classificado para Paris-2024 após obter índice olímpico, Rafael Pereira competiu na final B dos 110m com barreiras masculino do Meeting de Madrid. Correndo para 13s52, Rafael chegou em primeiro lugar na prova e fechou com a 9ª colocação geral. A medalha de ouro ficou com o espanhol Enrique Domenech (13s21), enquanto o italiano Lorenzo Simonelli e Asier Echarte (13s33), também da Espanha, completaram o pódio. 

Também com classificação bem encaminhada para a Olimpíada, Juliana Campos participou da disputa do salto com vara feminino. Com 4,20m na segunda chance, ela acabou encerrando com a última posição da prova. a grega Ariadni Adamopoulou faturou o ouro com 4,50m. A húngara Hanga Klekner levou a prata fazendo a mesma altura, mas com um salto queimado. Também da Grécia, Eleni-Klaoudia Polak ficou com o bronze marcando 4,40m.

Jornalista recifense formado na Faculdade Boa Viagem, apaixonado por futebol, atletismo, basquete e outros esportes.

Mais em Atletismo