Siga o OTD

Atletismo

Brasil se classifica para a final do 4 x 400m no Mundial de Revezamentos. Veja vídeo!

Brasil se classifica para a final do 4 x 400m no Mundial de Revezamentos. Veja vídeo!

A equipe brasileira masculina do revezamento 4×400 m classificou-se neste sábado (dia 22) para a final da prova neste domingo (23) do 3º Campeonato Mundial de Revezamentos, disputado no Estádio Thomas A. Robinson, em Nassau, nas Bahamas. O quarteto terminou em terceiro lugar na terceira série das eliminatórias, com 3:05:05, e garantiu vaga por tempo.

Anderson Freitas Henriques, Alexander Russo, Lucas da Silva Carvalho e Hugo Balduino de Sousa fizeram uma prova segura e conseguiram o melhor desempenho de 2017. Botswana, com 3:03.09, e Jamaica, com 3:03.52, ficaram com as duas primeiras colocações na série.

A final do revezamento 4×400 m masculino está prevista para as 22:55 no horário de Brasília. Se completar a prova, a equipe garantirá vaga para o Mundial de Atletismo de Londres, em agosto, na Grã-Bretanha.

Já o revezamento 4×100 m feminino só estreia neste domingo. O Brasil participa da segunda série eliminatória e compete contra Jamaica, Nigéria, França, Alemanha, Itália e Equador. A equipe está definida com Bruna Farias, Tania Ferreira da Silva, Vitoria Cristina Rosa e Rosangela Santos. Mariana da Costa Rodrigues Ferreira é a reserva. A eliminatória está prevista para as 21:10. Se passar, a final fechará o Campeonato, às 23:10.

Neste sábado, no 4×400 m feminino, na primeira série eliminatória, a equipe brasileira terminou em quarto lugar e não avançou para a final A. Cristiane dos Santos Silva, Jessica Roberti, Natallia Oliveira da Silva e Jailma Sales de Lima completaram a prova em 3:34.72, o melhor resultado do grupo no ano. Estados Unidos (3:29.27), Austrália (3:30.31) e França (3:33.41) ficaram nas três primeiras colocações. O Brasil disputa neste domingo a final B, às 21:35.

No revezamento 4×100 m masculino, o Brasil fazia uma boa prova na terceira série das eliminatórias, quando o Vitor Hugo dos Santos, o último homem da equipe, sofreu uma lesão muscular e a equipe acabou desqualificada após cruzar a linha de chegada na sétima colocação. A prova foi aberta por Antonio Cesar Rodrigues, que passou o bastão para Bruno Lins e este para Derick Silva.

Vitor Hugo saiu amparado da pista e foi atendido pelo médico Warlindo Carneiro da Silva Neto, da Seleção. “Infelizmente ele sentiu uma dor muito forte na parte anterior da coxa direita. Foi medicado, está fazendo gelo e fará exames para avaliar a gravidade da lesão”, comentou ainda no estádio.

Mais em Atletismo