Siga o OTD

Vôlei

Mesmo com 34 pontos de Zhu, Brasil quebra tabu contra China

Divulgação/FIVB

Em batalha contra a China, Brasil consegue a vitória por 3 sets a 2 e chega na nona vitória seguida na Liga das Nações feminina

Pela 10ª rodada da Liga das Nações de vôlei feminino, o Brasil enfrentou a China, nesta terça-feira (05), no país asiático. Apesar de grande partida de Zhu, com 34 pontos, Tandara, com 19, e Adenizia, com sete pontos de bloqueio, ajudaram o time brasileiro na vitória por 3 sets a 2. Com o resultado, a equipe brasileira quebra um tabu de 3 anos sem vencer as chinesas.

+ CONFIRA A TABELA COMPLETA DA COMPETIÇÃO

No primeiro set, a China se impôs. Com um excelente aproveitamento nos ataques, sistema defensivo funcionando e o saque fazendo a diferença, as chinesas jogaram na frente do placar durante toda a parcial. Na parte final do set, o Brasil tentou uma reação, mas a desvantagem no placar era grande e a parcial acabou com vitória do time chinês por 25 a 19.

Na segunda parcial, o Brasil voltou melhor e conseguiu equilibrar as ações no começo de jogo. Na metade da parcial, a equipe brasileira aumentou o volume de jogo e conseguiu abrir vantagem no placar. No terço final dos pontos, a China, comandadas por Zhu, tentaram uma reação e chegaram a encostar no marcador, mas as meninas do Brasil conseguiram a vitória por 25 a 23.

No terceiro set, o equilíbrio entre os dois times apareceu. Com o primeiro momento da parcial sendo do Brasil, com Tandara e Drussyla inspiradas, virando os ataques. Na segunda metade a China cresceu e chegou a passar a frente do placar, em 22 a 20, obrigando a parada do jogo. Na volta, o time brasileiro creceu e em um momento de instabilidade das adversárias, fechou em 27 a 25.

No quarto set, a China atropelou. Com um aproveitamento excelente em todos os fundamentos e com o aumento do número de erros do Brasil, as chinesas não deram nenhuma chance para o lado verde e amarelo. Com isso, a vitória veio por fáceis 25 a 10, forçando o tie break.

Nele, Brasil e China trocaram pontos durante a primeira metade, com cada uma das equipes não peremitindo mais do que dois pontos seguidos das adversárias. Na Segunda metade do set, as brasileiras cresceram no jogo, chegaram a abrir 13 a 11, mas as chinesas empataram. No momento final, José Roberto Guimarães desafio a marcação de uma bola fora, que pegou no dedinho da jogadora da China, e a vitória veio por 16 a 14

A Liga das Nações de vôlei feminino

A Liga das Nações acontece pela primeira vez em 2018, substituindo o Grand Prix, onde o Brasil é o maior vencedor, com 12 títulos, e atual campeão. Agora, com novo nome e formato, a competição tem 16 equipes na disputa pelo título.

A cada semana são formados quatro grupos com quatro seleções cada, definidos em sorteio. Todos as equipes se enfrentarão antes da fase decisiva. Ao fim da fase classificatória, as cinco equipes mais bem classificadas avançarão à Fase Final, que contará ainda com a China, país sede. A Fase Final acontecerá de 27 de junho a 1º de
julho.

Mais em Vôlei