Siga o OTD

Tênis de Mesa

Hugo Calderano volta a fazer história no tênis de mesa

Hugo Calderano conquista Bundesliga e passa a ser o primeiro brasileiro a levar a liga alemã de clubes

Calderano já havia entrado para a posteridade no Mundial da Hungria

Hugo Calderano segue cravando com força seu nome na história do tênis de mesa. Desta vez como o primeiro brasileiro a ser campeão da Bundesliga, a liga alemã de clubes da modalidade. Foi neste sábado (25), defendendo as cores do Ochsenhausen, em Frankfurt.

No final de abril, Hugo Calderano igualou a melhor participação de um brasileiro em mundiais ao ficar entre os 16 primeiros na Hungria. Antes dele, somente Ubiraci Rodrigues da Costa, o Biriba, em 1961 e Cláudio Kano em 1987 conseguiram a proeza.

Além disso, alcançou a mais alta posição de um não-asiático e não-europeu desde a criação do ranking mundial, sexto lugar de janeiro a março deste ano. Atualmente é o oitavo do mundo, o segundo não-asiático, atrás apenas do alemão Timo Boll, o sétimo no geral.

Hugo Calderano também conseguiu vencer o atual número um, o chinês Fan Zhendong, nas Finais do Circuito Mundial do ano passado, quando ficou com o bronze na competição.

O brasileiro ainda conta no currículo com os melhores desempenhos do Brasil em Jogos Olímpicos (9º, em 2016) e no Circuito Mundial (quatro ouros, quatro pratas e quatro bronzes), dois ouros em Jogos Pan-Americanos (2015), um bronze nos Jogos Olímpicos da Juventude (2014) e diversas conquistas continentais.

Campeão da Bundesliga, afinal

Na final deste sábado, na Alemanha, ele ganhou o segundo jogo na vitória do Ochsenhausen por 3 a 0 sobre o Saarbrücken (veja o ponto final abaixo). Oitavo do mundo, Hugo Calderano é o melhor ranqueado do time e estava escalado para fazer o quarto jogo, caso fosse necessário, contra o melhor ranqueado dos adversários, o alemão Patrick Franziska, 17º da lista da ITTF.

+CONFIRA A PÁGINA DE HUGO CALDERANO

A vitória, a 19ª da temporada, tira o Ochsenhausen de uma fila de 15 anos. Na temporada 2017/2018 o título escapou na decisão contra o Borussia Düsseldorf, que se sagrou pentacampeão. Desta vez foram eliminados na semifinal pelo Saarbrücken. No início deste ano, o Oschenhausen faturou a Copa da Alemanha encerrando um jejum de 16 anos.

Após a competição, em alemão, o brasileiro elogiou o desempenho da equipe e se disse muito feliz pelo título, pois já está há cinco anos na cidade e finalmente conseguiu os dois títulos. Disse ainda que não pode comemorar muito porque tinha viagem marcada para a China no dia seguinte.

O primeiro título alemão de Hugo Calderano veio em sua quinta temporada defendendo Ochsenhausen. A chegada do brasileiro, em agosto de 2014, aos 18 anos, foi parte do processo de renovação do clube, que apostou em jovens talentos e, agora, colhe os frutos.

Vale lembrar que o time do Hugo abdicou de disputar a Champions de tênis de mesa para poder se dedicar à temporada alemã.

Em sua partida, Calderano venceu o número 110 do mundo, Cheng-Ting Liao, de Taipei, por 3 a 2. O brasileiro começou arrasador e fez 11 a 3 na primeira parcial, mas tomou a virada em 15/13 e 11/6. Calderano não se abateu e venceu os dois games seguintes por 11/8 e 11/7.

Antes dele Simon Gauzy venceu Patrick Franziska por 3 a 2 (10/12, 11/8, 11/8, 9/11 e 11/8) e a vitória que fechou o jogo foi de Stefan Fegerl sobre Darko Jorgic pelo mesmo placar (1/11, 11/13, 11/9, 13/11 e 11/8).

Mais em Tênis de Mesa