Siga o OTD

Ciclismo de Pista

Gideoni Monteiro termina em quarto lugar no Pan-Americano

Colocando toda sua experiência na pista, Gideoni Monteiro, que completou 28 anos neste sábado, pedalou forte e foi um dos ciclistas mais regulares da prova Omnium do Campeonato Pan-Americano de Ciclismo de Pista, que está sendo realizado em Trinidad e Tobago. Na classificação geral, Gideoni conquistou a quarta colocação.

“O Gideoni fez uma prova praticamente sem erros e por muito pouco não subimos no pódio. Estamos fazendo um trabalho muito forte pensando no calendário mundial e o Pan está servindo de muito aprendizado. A delegação inteira está de parabéns pelo espirito de superação que todos vem demonstrando”, destacou o técnico Emerson Silva.

Atualmente a prova Omnium conta com quatro corridas, sendo todas disputadas em um único dia. As provas que integram a Omnium são: Scratch, Tempo Race (10km), Eliminação e Prova por Pontos.

Em Trinidad e Tobago, a participação de Gideoni Monteiro começou na manhã deste sábado (02.09), disputando as provas de Scratch, onde ficou na segunda colocação, e Corrida por Tempo, finalizando em quarto lugar. Na classificação geral, Gideoni se manteve na segunda posição até a terceira e penúltima corrida do dia.

Gideoni no Pan
Crédito: Richard Lyder
 

Na corrida de eliminação, Gideoni fez uma apresentação impecável e terminou na primeira colocação, assumindo também a liderança parcial da Omnium, empatado com o argentino Tomas Contte, ambos com 112 pontos. A definição da prova veio na corrida Por Pontos, onde Gideoni acabou perdendo algumas colocações e terminou na quarta posição. O título ficou com o mexicano Ignacio Prado, seguido pelo argentino Tomas Contte e o chileno Elias Tello.

“Acredito que o Pan-Americano está sendo um grande teste pra toda preparação que fizemos no primeiro semestre. Agora é fazer os ajustes necessários, continuar treinando firme e seguir confiante para os próximos objetivos da temporada. Aproveito para agradecer minha família e todos que ficaram torcendo por mim”, declarou Gideoni.

Definição

O terceiro dia de competição ainda contou com presença da seleção brasileira em várias provas. Na disputa da prova de Velocidade Individual, Flávio Cipriano travou um grande duelo contra o canadense Hugo Barrette, que acabou superando o brasileiro, se classificando para a próxima fase e vencendo a competição. A medalha de prata ficou com o colombiano Fabian Puerta e o bronze com Jair Tjon, do Suriname.

Já na prova 500m Contrarrelógio, a seleção contou com a presença da atleta Gabriela Yumi, que se classificou para a final, marcou o tempo de 36s714 e conquistou a oitava colocação. O ouro ficou com a colombiana Martha Bayona (34s519), enquanto a prata e o bronze foram com as mexicanas Jessica Salazar (34s741) e Paola Verdugo (35s289), respectivamente.

Na prova Omnium Feminino, recentemente incluída no programa dos próximos Jogos Olímpicos, Wellyda Rodrigues e Thayná Araujo terminaram na sexta posição. O primeiro lugar ficou com o Canada, seguido pelos Estados Unidos e México. O Pan-Americano segue neste domingo (03.09) com as provas Keirin Feminino, 1km Contrarrelógio, Madson Masculino e Por Pontos feminino.

Os nomes selecionados para disputar o Pan-Americano na equipe masculina do Brasil foram Fabio Dalamaria, Flávio Cipriano, Gideoni Monteiro, Hugo Osteti, João Vitor da Silva e Ricardo Dalamaria. No time feminino está competindo Gabriela Yumi, Thayná Araujo e Wellyda dos Santos. A comissão técnica é formada pelo técnico Emerson Silva, o mecânico Eduardo Oliveira e o fisioterapeuta Jivago Salinet.

Mais em Ciclismo de Pista