Siga o OTD

Boxe

Rubens “Manchinha” derrota argentino no Palco do Boxe

Na luta mais aguardada, Rubens “Manchinha” derrotou o argentino Pablo “Perrito” e foi o grande destaque do evento “Palco do Boxe”

A terceira edição do Palco do Boxe foi realizada no fim da tarde deste sábado (16), no CEU São Rafael, em São Paulo. Na principal luta da noite, Rubens “Manchinha” fez uma luta duríssima contra o argentino Pablo José “Perrito”, mas acabou vencendo pela decisão unânime dos juízes. A disputa, válida pela categoria super mosca, foi em seis rounds.

O brasileiro Rubens “Manchinha” Santos, de apenas 19 anos, agora tem um cartel de quatro lutas, três delas vencidas por nocaute, e uma por decisão dos juízes.

Peso Super Mosca 52,280kg
Rubens Santos vs Pablo Jose Paz
Na grande luta da noite, Rubens Santos e Pablo Jose Paz não decepcionaram o público presente. A luta foi muito disputada. O argentino, mais solto, partiu para cima, mesmo que meio desajeitado. Rubens “Manchinha”, mais cauteloso, aguardava o melhor momento para atacar.

Os dois primeiros rounds foram muito equilibrados, com brasileiro conectando os melhores golpes, mas com o argentino sendo mais agressivo.

Mas no terceiro round, Pablo achou um golpe muito preciso, Manchinha sentiu o golpe e foi ao chão. O argentino sentiu o bom momento e pressionou até o fim do round.

Sabendo que teria pontos descontados após a queda, Manchinha partiu para cima no quarto round, encaixou bom golpes e teve um volume muito maior que o argentino. Por sua vez, Pablo sabia que estava em vantagem e cozinhava a luta como podia.

O brasileiro chegou cansado ao quinto round. Seus golpes já não tinham a mesma potência e precisão. O volume continuava alto, mas já não machucava mais o adversário. O sexto e último round também seguiu na mesma toada, mas a passividade do argentino chamou a atenção, enquanto Manchinha seguia lutando, se movimentando e procurando o combate.

Peso Meio médio Lig. 63,503kg
Rafael Porfirio de Bragança vs Felipe Matos dos Reis

No primeiro embate do dia, Rafael Porfirio de Bragança dominou completamente a luta contra Felipe Matos dos Reis. Mesmo com mais experiência, Felipe dos Reis não conseguiu fugir dos golpes potentes e precisos do adversário.

Faltando um minuto para o fim do primeiro round, Felipe foi ao chão e o árbitro abriu a contagem. Meio tonto, Felipe tentou voltar, mas Rafael seguiu golpeando, no corpo e na cabeça.

Sem se movimentar ou contestar os golpes, Felipe ficou acuado nas cordas e o árbitro teve que intervir, declarando a vitória de Rafael Porfirio de Bragança por nocaute técnico.

Super galo 55,340kg
Jean Alves Carvalho vs Demerson Santos

A segunda luta começou muito mais equilibrada. Jean Alves Carvalho e Demerson Santos se estudaram muito, ajustando a distância e soltando alguns golpes. Jean teve uma pequena vantagem no 1º round.

O segundo round já teve uma história completamente diferente. Jean partiu para cima e encurralou Demerson nas cordas. Mas Demerson conseguiu absorver os golpes e contra-atacou com tudo, tanto que Jean quase foi ao chão, mas soube respirar e amarrar a luta, sobrevivendo ao segundo round.

No penúltimo round, a trocação seguiu, com os dois boxeadores se expondo e partindo para cima. Demerson começou melhor, mas Jean trabalhou muito bem com a sua esquerda e desferiu os principais golpes do 3º round.

No quarto e último round, Demerson partiu para o tudo ou nada. Saiu desferindo golpes sem precisão, enquanto Jean só aguardava para soltar um golpe na cara do adversário. Sem gás, Demerson foi morrendo aos poucos, enquanto Jean seguiu administrando.

A decisão foi para os juízes, que não viram um vencedor claro e declaram o empate entre os lutadores.

Leonardo Rufino Vs Edison Silva

A luta foi franca desde o primeiro round. Muitos golpes fortes acertaram em cheio os dois boxeadores. Edson tinha um melhor aproveitamento e levava uma pequena vantagem.

O segundo e terceiro rounds seguiram o mesmo ritmo alucinado, com golpes para todos os lados e muita movimentação. A luta levantou o público presente. Leonardo melhorou e machucou bastante o seu adversário.

Mas o nível caiu muito no quarto round. Os dois boxeadores estavam muito cansados, e Edson, com um sangramento no nariz, teve que ser atendido algumas vezes. Após a terceira paralização para atendimento, o árbitro declarou vitória por nocaute técnico e declarou Leonardo Rufino como o grande vencedor.


Peso pena 57,153kg
Antônio Paulo Soares vs Tainan Matheus Pinheiro

Após um primeiro round de muito estudo e de golpes para ajustar a distância, Antônio Paulo Soares soltou o braço no segundo e levou Tainan Matheus Pinheiro ao chão. Meio grogue, Tainan tentou voltar para sobreviver mais um round.

Mas a mão de Paulinho é muito pesada. Após uma direita, Tainan abriu a guarda e deixou o queixo dando sopa para Paulinho enfiar a esquerda e botar Tainan para dormir.

O árbitro abriu contagem, mas Tainan não conseguiu levantar e Paulinho venceu por nocaute!

Mais em Boxe