Siga o OTD

Boxe

Bia Ferreira vence a segunda e vai às quartas no Mundial

Bia Ferreira vence venezuelana no Mundial da Rússia e está nas quartas de final da competição

Bia Ferreira no Mundial de Boxe em Ulan-Ude
(reprodução/YouTube)

A brasileira Bia Ferreira venceu a venezuelana Omailyn Alcalá por unanimidade nesta quarta-feira (9), em luta válida pelas oitavas de final do Mundial de Boxe que está sendo disputado em Ulan-Ude, na Rússia.

A decisão dos juízes foi incontestável, com os cinco apontando vitória para a brasileira sendo que quatro deles deram os três assatos para Bia Ferreira (60kg). Um deles, da Rússia, deu 30 a 25 para a brasileira.

A próxima luta, válida pelas quartas de final do Mundial de Boxe, será nesta quinta (10) contra a russa Natalia Shadrina, que derrotou a colombiana Dayana Cordero no combate que antecedeu à luta da brasileira.

Beatriz Iasmin Ferreira é um dos maiores, senão o maior, nome do boxe olímpico brasileiro. Com 23 medalhas em 24 competições disputadas desde 2017, vai atrás do único pódio que ficou faltando na trajetória até aqui.

Bateu forte!

No primeiro assalto desta quarta-feira, a venezuelana Omailyn Alcalá começou tentando imprimir velocidade para evitar que Bia Ferreira se aproximasse. A brasileira, firme no centro do tablado e sem recuar, foi aos poucos acertando a distância, calibrando, até que começou a acertar com força a adversária.

Na volta do primeiro descanso, e também no terceiro round, Omailyn Alcalá já não tinha a mesma velocidade para manter sua estratégia e ficou à mercê de Bia Ferreira, que soltou o braço.

No final, após comemorar, a brasileira ainda mandou uma dancinha no centro do tablado.

Na primeira luta, Bia havia batido Keamogetse Kenosi, de Botsuana, por nocaute técnico. As outras duas brasileiras que competiram no Mundial de Boxe de Ulan-Ude foram Grazieli de Jesus, que venceu uma e perdeu uma, e Jucielen Romeu, que caiu na estreia.

Mais em Boxe