Siga o OTD

Vôlei

Cruzeiro vence Minas e fecha a fase de classificação no 1º lugar

Com a vitória do Cruzeiro sobre o Minas foram definidas as semifinais do Mineiro de vôlei masculino. O Cruzeiro pega o JF Vôlei, enquanto o Minas enfrenta o Lavras Vôlei.

Orlando Bento/MTC

Cruzeiro vence Minas e fecha a fase de classificação no 1º lugar

A equipe do Cruzeiro encerrou a primeira fase do Campeonato Mineiro 2018 na liderança. Na noite dessa terça-feira (9), no ginásio do Riacho, em Contagem (MG), o time derrotou o Minas por 3 sets a 0, com parciais de 25/23, 25/22 e 25/19. Com o resultado, o Minas terminou a primeira fase do Campeonato Mineiro na vice-liderança, com 14 pontos. O Cruzeiro foi o líder, com 16 pontos. Em terceiro lugar, o Lavras Vôlei somou seis pontos e o JF Vôlei não pontuou.

+ CONFIRA A TABELA DA COMPETIÇÃO

Com a classificação definida e por ter feito a melhor campanha, o Sada Cruzeiro vai sediar, no ginásio do Riacho, a fase final do estadual. Os minastenistas vão enfrentar, na primeira semifinal, o Lavras Vôlei (terceiro colocado). O duelo será nesta sexta-feira (12/10), às 16h30 (horário de Brasília). A segunda semifinal será entre Sada Cruzeiro e JF Vôlei, que jogam, também na sexta, às 19h. Os vencedores se enfrentam na final, que será no sábado (13/10), às 19h. Já os perdedores disputam o terceiro lugar do campeonato, às 16h30 de sábado.

O jogo

O Minas começou o jogo melhor e conseguiu abrir os primeiros pontos, mas o Cruzeiro encostou no placar e começou a esboçar uma virada. Os minastenistas aproveitaram melhor o setor ofensivo e o saque e estiveram perto da vitória, mas, no fim, o time cruzeirense reagiu e fechou a parcial em 25/23. No segundo set, o Cruzeiro conseguiu segurar o ataque adversário. Por outro lado, os minastenistas cometeram alguns erros na recepção e, com isso, os donos da casa fecharam o segundo set: 25/22. O Minas não conseguiu se acertar para o terceiro set. Mais eficiente no ataque, o Cruzeiro venceu o jogo: 25/19.

O capitão e levantador Marlon lamentou as falhas cometidas pela equipe, mas garante que o time estará mais consistente na semifinal. “No primeiro set, a gente mostrou uma capacidade de saque muito interessante e um contra-ataque forte. A partir da metade do set, sofremos com saque do adversário, que se encaixou, é muito forte e acabamos perdendo. Nos sets seguintes, entramos abaixo da energia do time e não conseguimos reverter a situação. Em minha opinião, faltou um pouco mais de pegada e isso não pode acontecer. Com certeza, vamos trabalhar para melhorar isso”, avaliou Marlon.

Mais em Vôlei