Siga o OTD

Lipe

Vôlei

Lipe deixa o Taubaté e negocia retorno para o Japão

Segundo blog, ponteiro Lipe acerta rescisão com clube paulista e negocia para atuar no vôlei japonês

Lipe se acertou e rescindiu com o Taubaté para se transferir para o Japão (Michel Dantas Inovafoto)

Lipe deixa o Taubaté e negocia retorno para o Japão

Seguindo uma tendência da atual janela de transferências, o ponteiro Lipe está de malas prontas para deixar vôlei brasileiro. Após ter defendido as cores do Taubaté na última temporada, o campeão olímpico de 2016 está próximo de acertar a sua transferência para o Jtekt Stings, do Japão.

De acordo com publicação feita no “Blog do Voloch”, a decisão do atleta de 36 anos de novamente deixar o país se deu pelas dificuldades do clube em se enquadrar nas regras do fair play financeiro da CBV (Confederação Brasileira de Vôlei), sobretudo nesse momento de incertezas vivido por conta da pandemia do coronavírus.

+ Federação europeia redefine regras para torneios em 2021

Ainda de acordo com o blog, um dos fatores essenciais para a negociação ter sido concluída foi a compreensão por parte do atleta sobre o atual momento de dificuldades vivido pelos clubes brasileiros.

Lipe é um dos destaques do Taubaté vôlei japão
Lipe com a camisa do Taubaté (Renato Antunes/Maxx Sports)

Vale lembrar que Lipe, além de ter defendido o Taubaté, atualmente preside o Ribeirão Preto, clube do interior paulista que tem sofrido bastante com o cenário atual de incertezas. Tanto que a equipe não conseguiu o apoio que considerava necessário e desistiu momentaneamente de manter uma equipe profissional.

+ SIGA O OTD NO FACEBOOKINSTAGRAMTWITTER E YOUTUBE

Aos 36 anos Lipe irá para a sua segunda experiência no vôlei japonês. Anteriormente o ponteiro já havia atuado pelo Panasonic Panthers entre 2007 e 2009. Além do Japão, o experiente jogador também já atuou no vôlei polonês, grego e turco além de várias equipes de peso no Brasil, como Sesi e Minas.

Felipe Banderó retorna para a Itália

A sexta-feira ainda contou com outra movimentação no mercado internacional envolvendo brasileiro. O oposto Felipe Banderó, que atuava no vôlei sul-coreano, foi oficializado como reforço do New Mater Volley, equipe italiana que disputa a segunda divisão local.

Felipe Banderó atuou pouco tempo no vôlei brasileiro e construiu a maior parte da sua carreira atuando em clubes internacionais. Na Itália, o oposto atuou por três temporadas, defendendo o Vibo Valentia, Corigliano e Castellana. Além do país da bota o atleta atuou na Suíça, Polônia e Coréia do Sul.

Mais em Vôlei