Siga o OTD

Oscar Gutierrez - Thiago Wild - Felipe Meligeni - Matheus Pucinelli

Tênis

Oscar Gutierrez para no quali de challenger; Brasileiros sobem no ranking

Gutierrez fica fora da chave principal de simples na Finlândia, mas joga duplas. Wild, Meligeni e Pucinelli ganham posições

(Instagram/gutierrezoscar)

Oscar Gutierrez para no quali de challenger; Brasileiros sobem no ranking

Depois de estrear com vitória no qualifying do Challenger de Tampere, na Finlândia, Oscar Gutierrez acabou sendo derrotado na segunda rodada, nesta segunda-feira (19), não conseguindo uma vaga na chave principal. Além disso, Thiago Wild, Felipe Meligeni e Matheus Pucinelli tiveram boas subidas no ranking da ATP. Confira os detalhes.

Oscar Gutierrez para no quali

A campanha de Oscar Gutierrez no Challenger de Tampere não durou muito. O cabeça de chave oito acabou sendo derrotado, com tranquilidade, pelo cabeça de chave dois do quali, o francês Geoffrey Blancaneaux, em sets direitos, com parciais de 6/4 e 6/2.

+O amadurecimento de Hugo Calderano e Bruna Takahashi no tênis de mesa

Assim, Oscar Gutierrez fica fora da chave principal de simples, mas ainda vai disputar as duplas. Ele jogará ao lado do russo Brogdan Brobov, e a estreia é nesta terça (20), contra o peruano Sergio Galdós e o português Gonçalo Oliveira, os cabeças de chave dois do torneio.

Subidas no ranking

Três brasileiros tiveram boas subidas no ranking, atualizado nesta segunda-feira. As vitórias no ATP 500 de Hamburgo no qualificatório e na chave principal, rendeu nove posições a Thiago Wild, que recuperou o 118º posto. Nesta semana, ele disputa o ATP 250 de Gstaad, boa chance para se aproximar do top 100.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM, NO FACEBOOK E NO TIKTOK

Já Felipe Meligeni segue perto de quebrar a barreira do top 200. A campanha no Challenger de Iasi, no qual ele chegou até a semifinal, rendeu a 206ª posição do mundo. E Matheus Pucinelli, de apenas 20 anos, alcançou sua melhor marca na carreira. Ele pulou 74 colocações após a semifinal do Challenger de Todi, e agora é o 335º do ranking.

Por fim, o único top 100 do Brasil, Thiago Monteiro perdeu duas posições, ficando em 95º. Sua posição no top 100 está ameaçada e, agora, ele disputa a chave de simples e de duplas nos Jogos Olímpicos, ficando duas semanas sem a oportunidade de somar pontos no ranking.

Mais em Tênis