Siga o OTD

Surfe

Mineirinho avança direto para as quartas de final em Trestles

WSL: Sean Rowland

O brasileiro Adriano de Souza venceu as duas baterias que disputou nesta quarta-feira e garantiu a classificação direta para as quartas de final da etapa de Trestles do Mundial de Surfe. Mineirinho bateu o australiano Josh Kerr no Round 3 e passou pelo compatriota Jadson André e pelo havaiano Sebastian Zietz no Round 4 para garantir presença entre os oito melhores do evento.

Também está garantido nas quartas de final o português Frederico Morais, que derrotou Adrian Buchan e Jordy Smith no Round 4, que só teve duas das quatro baterias disputadas nesta quarta. Na quinta, Filipe Toledo vai competir contra os australianos Bebe Durbidge e Julian Wilson.

Derrotado no Round 4, Jadson André ainda tem chances de chegar às quartas. Ele vai enfrentar o australiano Adrian Buchan na repescagem, que também já tem definido o duelo entre Sebastian Zietz e Jordy Smith. Dos outros brasileiros, Miguel Pupo, Gabriel Medina, Wiggoly Dantas e Ítalo Ferreira foram eliminados no Round 3. Confira abaixo como foram as baterias desta quinta-feira em Trestles:

BATERIAS DO ROUND 4 DO HURLEY PRO TRESTLES:

1. Adriano de Souza (BRA) x Sebastian Zietz (HAV) x Jadson André (BRA)

Os dois brasileiros disputaram palmo a palmo a vitória e a classificação para as quartas de final da etapa de Trestles do Mundial de Surfe, mas quem levou a melhor foi o Mineirinho, que conseguiu 16,80 contra 16,07 de Jadson André. O havaiano Sebastian Zietz não passou de 11,37.

2. Frederico Morais (POR) x Adrian Buchan (AUS) x Jordy Smith (AFS)

O português mostrou que está em ótima fase e conseguiu mandar para a repescagem o líder do ranking, Jordy Smith, e o australiano Adrian Buchan. Frederico Morais somou 17,17 contra 16,30 de Smith e 16,10 de Buchan numa bateria que foi muito disputada e equilibrada até os segundos finais.

3. John John Florence (HAV) x Jeremy Flores (FRA) x Kanoa Igarashi (EUA) ou Mick Fanning (AUS)

4. Filipe Toledo (BRA) x Bede Durbidge (AUS) x Julian Wilson (AUS)

ROUND 3 DO HURLEY PRO TRESTLES:

1.Adriano de Souza (BRA) 12.77 x 12.03 Josh Kerr (AUS)

Mineirinho não achou ondas boas, mas nas que entrou surfou muito bem. Contou com a sorte do seu adversário, Josh Kerr, cair em momentos cruciais nas suas manobras. Primeiro brasileiro a se garantir no round 4.

2. Sebastian Zietz (HAV) 16.76 x 7.04 Ítalo Ferreira (BRA)

O havaiano Sebastian Zietz dominou a bateria de cabo a rabo. Com um 9.43 sacramentou a vitória. Uma pena, pois Ítalo vinha surfando muito bem até então.

3. Jadson André (BRA) 15.76 x 14.80 Gabriel Medina (BRA)

Uma bateria atípica para Gabriel Medina. Errou aéreos que não costuma errar e que agora, praticamente, lhe tiram da briga pelo título mundial. Já o potiguar Jadson André mereceu a vitória. Arriscou tudo nas manobras e acertou a maioria.

4. Frederico Morais (PRT) 16.76 x 15.50 Ezekiel Lau (HAV)

Uma bateria que prometia ser eletrizante e foi. Duas promessas do surfe, que vem desgarrando em 2017. Melhor para o português, que parece estar sempre fazendo a mesma manobra, mas não deixa de arriscar e ser agressivo.

5. Adrian Buchan (AUS) 15.50 x 10.93 Wiggolly Dantas (BRA)

Não deu para o Guigui. O brasileiro não encontrou as melhores direitas nem esquerdas do dia. Entrou, equivocadamente, em ondas fracas. O experiente Ace Buchan não perdoou e, com belas rasgadas e com a prioridade na maior parte do tempo, avançou ao round 4.

6. Jordy Smith (AFS) x Evan Geiselman (EUA)

O sul-africano Jordy Smith deu show e mostrou porque é o líder do ranking mundial. Com duas notas acima dos 9 pontos decidiu a bateria rapidamente e depois só administrou. Ficou, praticamente, poupando-se no outside. Vale ressaltar que foi bom ver Evan Geiselman em ação. O convidado da patrocinadora deve ser uma das grandes promessas para os próximos anos.

7. John John Florence (HAV) 19.07 x 13.03 Hiroto Ohhara (JAP)

Se você pensou que a atuação de Jordy Smith tinha sido a melhor do dia, esqueceu que tinha John John Florence na bateria seguinte. Sem chances para o japonês novato. Duas notas acima dos nove pontos e com uma variação absurda de manobras. Um show!

8. Jeremy Flores (FRA) 16.47 x 15.60 Conner Coffin (EUA)

Grande disputa entre o francês e o norte-americano. Ambos brigam para se manter na elite. A experiência de Jeremy de não arriscar em momentos chave e apenas completar a onda foi fundamental para a vitória. Apesar de não ser seu estilo favorito de onda, avança para o round 4. Muito importante para ele.

9.Kanoa Igarashi (EUA) 13.26 x 6.73 Mick Fanning (AUS)

O australiano Mick Fanning parece não estar mais nos seus áureos dias. Sempre perigoso em Trestles não conseguiu ameaçar o norte-americano Kanoa Igarashi, que por sinal surpreende a cada etapa e nessa não está sendo diferente. Foi eficiente, pegando apenas duas ondas na bateria, mas conseguindo altas notas. Depois da bateria, o australiano reclamou com a comissão organizadora por considerar ter sido prejudicado pelo adversário no começo da bateria. A WSL deu razão a ele e a disputa foi refeita na quinta-feira. O resultado, no entanto, não mudou. Kanoa saiu vitorioso novamente.

10. Filipe Toledo (BRA) 16.93 x 11.86 Miguel Pupo (BRA)

Filipinho, mais uma vez, deu show de aéreos. Nessa, no entanto, também abusou das rasgadas. Não deu chances pra Miguel, que apesar de ter pego uma bela onda acima dos 8 pontos, não conseguiu acrescentar uma segunda onda ao seu somatório.

11. Joan Duru (FRA) 14,50 x 18,43 Bede Durbidge (AUS)
O australiano não deu a menor chance para o francês e, com duas ondas com notas próximas de nove (8,93 e 9,50), conseguiu a vitória que o classificou para o Round 4 em Trestles.

12. Julian Wilson (AUS) 17,44 x 12,87 Ethan Ewing (AUS)

No duelo entre australianos, Julian Wilson venceu o Etham Ewing com autoridade. Com notas 8,67 e 8,77, ele conseguiu quase cinco pontos de vantagem sobre o compatriota

TERCEIRA FASE (ROUND 3) DO SWATCH PRO TRESTLES

1.  Silvana Lima (BRA) 18.10 x Stephanie Gilmore (AUS) 14.40 x Johane Defay (AUS) 12.30

2. Carissa Moore (HAW) 17.43 x Lakey Peterson (EUA) 15.83 x Tyler Wright (AUS) 14.60

———– baterias de hoje:

3. Sally Fitzgibbons (AUS) 13.50 x Nikki Van Dijk (AUS) 12.04 x Keely Andrew (AUS) 4.10

A vice-líder do ranking mundial, Sally Fitzgibbons, mostrou um bom surf para abrir o dia de competições. Apesar do placar não tão folgado, ela não passou grandes sustos com sua adversária Nikki Van Dijk. Kelly Andrew não se encontrou. Vitória importante para que Sally siga na cola de Tyler Wright na busca pelo título mundial.

4. Sage Erickson (EUA) 14.40 x Pauline Ado (FRA) 12.74 x Courtney Conlogue (EUA) 11.40

A 6ª colocada do ranking mundial, Sage Erickson, mostrou todo o seu power surf, com rasgadas fortes e manobras progressivas e conseguiu se classificar com certa tranquilidade. Liderou a maior parte da bateria e escolheu uma bela estratégia para entrar nas melhores ondas.

 

QUARTA FASE (ROUND 4 – REPESCAGEM) DO SWATCH PRO TRESTLES

1. Stephanie Gilmore (AUS) x Tyler Wright (AUS)

2. Lakey Peterson (EUA) x Johanne Defay (FRA)

3. Nikki Van Dijk (AUS) x Courtney Conlogue (EUA)

4. Pauline Ado (FRA) x Keely Andrew (AUS)

 

Top-10 do ranking masculino do mundial de surfe (Championship Tour) – Jeep Leaderboard

  1. Jordy Smith (AFS) – 37,850
  2. John John Florence (HAV) – 36,900
  3. Matt Wilkinson (AUS) – 35,950
  4. Owen Wright (AUS) – 35,350
  5. Julian Wilson (AUS) – 33,200
  6. Adriano de Souza (BRA) – 29,650
  7. Gabriel Medina (BRA) – 29,000
  8. Joel Parkinson (AUS) – 26,150
  9. Filipe Toledo (BRA) – 24,450
  10. Connor O’Leary (AUS) – 24,200

Classificação completa aqui.

 

TOP 10 do ranking feminino do Mundial de Surfe (Women’s Jeep Leaderboard)

  1. Tyler Wright (AUS) – 41,400 pts
  2. Sally Fitzgibbons (AUS) – 39,900 pts
  3. Courtney Conlogue (EUA) – 38,300 pts
  4. Stephanie Gilmore (AUS) – 34,750 pts
  5. Johanne Defay (FRA) – 33,400 pts
  6. Sage Erickson (EUA) – 31,950 pts
  7. Nikki Van Dijk (AUS) – 28,700 pts
  8. Tatiana Weston-Webb (HAV) – 27,650 pts
  9. Carissa Moore (HAV) – 25,850 pts
  10. Lakey Peterson (EUA) – 24,600 pts

15. Silvana Lima (BRA) – 13,600 pts

Classificação completa aqui.

 

Mais em Surfe

viagra