Siga o OTD

Paris 2024

OQS de Budapeste: saiba detalhes sobre o pré-olímpico

Saiba detalhes da competição que distribuirá as últimas vagas olímpicas do skate, breaking, BMX freestyle e escalada

Kemily Suiara em ação no OQS de Budapeste de skate; breaking; ciclismo BMX freestyle; escalada esportiva
(Foto: Julio Detefon/CBSk)

Vai começar a segunda e última etapa do Olympic Qualifier Series (OQS), evento que reúne breaking, escalada esportiva, skate e ciclismo BMX freestyle e funciona como qualificatório para os Jogos de Paris-2024. Depois de Xangai, a competição desembarca em Budapeste, na Hungria, entre 20 e 23 de junho. O Olympics.com transmite ao vivo.

O Brasil terá 26 atletas no OQS de Budapeste. Serão 21 no skate, dois no breaking e três no ciclismo BMX freestyke park. A ausência mais sentida é a da vice-campeã olímpica Rayssa Leal, que venceu o OQS de Xangai e já está matematicamente classificada para Paris-2024. Lucas Rabelo e Victoria Bassi também não competirão por lesão.

Integram a equipe de skate: Dora Varella, Isadora Pacheco, Fernanda Tonissi, Raicca Ventura e Yndiara Asp (park); Augusto Akio, Luigi Cini, Murilo Peres, Pedro Barros, Pedro Carvalho e Pedro Quintas (park); Gabriela Mazetto, Isabelly Ávila, Kemily Suiara, Marina Gabriela e Pâmela Rosa (street); e Felipe Gustavo, Filipe Mota, Gabryel Aguilar, Giovanni Vianna e Kelvin Hoefler (street).

Para o skate, a pontuação do OQS será somada aos desempenhos anteriores das demais competições do ciclo. Os 20 primeiros colocados de cada ranking mundial, respeitando o limite de três atletas por país, garantem vaga em Paris. O Brasil traça como meta assegurar as 12 cotas. Neste momento, o objetivo estaria cumprido, sendo que a única nominalmente definida é a de Rayssa Leal.

Já nas demais modalidades, o OQS funciona como um circuito à parte para definir as vagas olímpicas. O Brasil terá três atletas no ciclismo BMX freestyle park, com Gustavo Bala Loka, Caio Rabisco e Eduarda Bordignon. Bala Loka foi oitavo colocado no primeiro OQS e busca uma das seis vagas em disputa pelo evento. Já no breaking, Mini Japa e Leony representarão o Brasil, com dez vagas em jogo.

Programação do OQS de Budapeste:

Quinta-feira, 20 de junho
06h40 – skate – park feminino – eliminatórias
11h35 – skate – street masculino – eliminatórias

Sexta-feira, 21 de junho
05h00 – BMX freestyle – park feminino – classificatória
06h40 – skate – park masculino – eliminatórias
09h00 – BMX freestyle – park masculino – classificatória
11h35 – skate – street feminino – eliminatórias

Sábado, 22 de junho
04h30 – skate – park feminino – semifinal
06h15 – skate – street feminino semifinal
06h30 – BMX freestyle – park feminino – final
08h00 – breaking – B-Boys & B-Girls – pré-seleção
09h00 – BMX freestyle – park masculino – final
11h45 – breaking – B-Boys & B-Girls – pré-qualificação
12h05 – skate – street feminino – semifinal

Domingo, 23 de junho
04h30 – breaking – B-Girls – fase de grupos
05h30 – skate – park feminino – final
07h00 – skate – street masculino – final
07h45 – breaking B-Boys – fase de grupos
10h00 – skate – park masculino – final
11h00 – breaking – B-Boys & B-Girls – quartas de final
12h00 – breaking – B-Girls – semifinal
12h15 – breaking – B-Boys – semifinal
12h45 – breaking – B-Girls – final
13h15 – breaking – B-Boys – final

Paulistano de 22 anos. Jornalista formado pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Estou no Olimpíada Todo Dia desde 2022. Cobri os Jogos Mundiais Universitários de Chengdu e os Jogos Pan-Americanos de Santiago-2023.

Mais em Paris 2024