Siga o OTD

Us Open de tênis confirma torneio em CR

Paralímpicos

US Open volta atrás e anuncia torneio em cadeira de rodas

Organização do Grand Slam dos Estados Unidos resolveu realizar a competição para cadeirantes após reações fortes da comunidade do paradesporto

Us Open de tênis confirma torneio em CR (Facebook/dylanalcottofficial)

US Open volta atrás e anuncia torneio em cadeira de rodas

A pressão de atletas e entidades do paradesporto deu resultado. Após anunciar o US Open de tênis sem o torneio em cadeira de rodas, a organização do evento voltou atrás e decidiu que os cadeirantes irão competir no Grand Slam dos Estados Unidos.

A competição de tênis em cadeira de rodas será realizada de 10 a 13 de setembro, no tradicional complexo de Nova York. O US Open terá as disputas de simples e duplas nos dois naipes, bem como a competição de Quad, que é destinada a atletas com deficiência nos membros superiores.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NOINSTAGRAM E NO FACEBOOK

Os tenistas em CR seguirão os mesmos protocolos de saúde e segurança dos atletas que competirão na versão tradicional do Grand Slam. A entrada dos cadeirantes no complexo está permitida a partir do dia 7 de setembro.

Por hora, a ITF (Federação Internacional de Tênis) está avaliando se o torneio irá contar pontos para a corrida paralímpica.

Curvando-se

A decisão de realizar o torneio em CR só veio depois de muita pressão, já que a ideia original era não realizar a competição. Contudo, em nota oficial divulgada em uma rede social, a organização do US Open alegou que a decisão veio após “múltiplas reuniões virtuais com um grupo de cadeirantes e com a ITF.”

Antes do anúncio da realização do torneio, em depoimento ao site do IPC (Comitê Paralímpico Internacional), o presidente da entidade, Andrew Parsons, pediu que os organizadores reconsiderassem a decisão.

O presidente do Conselho de Atletas, Chelsey Gottel, alegou que não tinha havido consulta aos atletas por parte da organização. “Isso parece um retrocesso”, disse o dirigente.

us open de tênis confirma torneio em cadeira de rodas - Andrew Lapthorne, britânico campeão do US Open 2019
Andrew Lapthorne, britânico campeão do US Open 2019 de tênis em cadeira de rodas (Instagram/andylapthorne_)

Os finalistas da edição 2019 da chave de cadeirantes do US Open, o australiano Dylan Alcott e o britânico Andrew Lapthorne, também tinham se manifestado.

“Não digam que estou em maior risco por ter uma deficiência. Isso não faz de mim um doente. Estou melhor e mais saudável que quase todos que estão lendo isso agora”, afirmou Alcott. Por sua vez, Lapthorne não escondeu sua revolta “Se isso não mudar, não sei o que dizer a não ser que é discriminação”

Mais em Paralímpicos