Siga o OTD

Paralimpíada Todo Dia

Juscileia campeã e mais três vices para o Brasil em Uganda

Juscileia Silva conquistou neste domingo (7) sua segunda medalha de ouro no torneio Internacional de Uganda de parabadminton, desta vez, no individual entre mulheres na classe WH1

Juscileia Silva torneio Internacional de Uganda de parabadminton
Juscileia Silva foi campeão neste domingo no torneio Internacional de Uganda de parabadminton (Foto: Divulgação/Arquivo Pessoal)

O Brasil disputou quatro decisões neste domingo (7) no torneio Internacional de Uganda de parabadminton. Em uma das finais, a equipe brasileira ganhou a medalha de ouro. Na briga pelo topo do pódio do simples feminino da classe WH1, Juscileia Silva alcançou o título da competição. Ela também foi prata nas duplas mistas com o compatriota Aquelton Macedo, mesma posição de Marcelo Alves e Julio Cesar Godoy.

Campanha da campeã

Após ser campeã nas duplas femininas das classes WH1 e WH2, Juscileia Silva conquistou sua segunda medalha de ouro, desta vez, no individual entre mulheres da WH1. No confronto decisivo, a brasileira precisou reverter situação adversa contra Sarah Nazziwa, de Uganda. Ela saiu atrás, mas mostrou poder de reação e, a partir do segundo game, dominou o duelo, fechando com o triunfo por 2 a 1, parciais de 18/21, 21/3 e 21/7.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBETWITTERINSTAGRAMTIK TOK E FACEBOOK

Na primeira etapa do torneio, Juscileia Silva integrou o Grupo A junto com Sarah Nazziwa e Jennifer Kabuwo, ambas de Uganda. Ela venceu as duas adversárias na fase inicial do Internacional de Parabadminton. A brasileira bateu a primeira ugandense, por 2 a 0 (21/16 e 21/3), e a segunda, também em sets diretos, parciais de 21/2 e 21/3. Na semifinal, a campeã derrotou Flávia Basuuta, de Uganda, igualmente sem perder games: 21/6 e 21/3.  

Três medalhas de prata

Além do ouro de Juscileia Silva, o Brasil subiu ao pódio mais três vezes neste domingo (7) e, uma delas, com a própria campeã do dia. No duelo pelo título das duplas mistas das classes WH1 e WH2, ela e o compatriota Aquelton Macedo foram superados pelos indianos Poorna Rao Chapara e Ruchi Trivedi. A dupla vencedora levou a melhor por 2 sets a 0, parciais de 21/9 e 21/14.  

O Brasil esteve em mais duas finais na chave de simples. Na WH1, Marcelo Alves acabou batido pelo israelense Konstantin Afinogenov em confronto definido nos detalhes. O atleta de Israel ganhou os dois games, porém, ambos com vantagem mínima: 21/19 e 24/22. Já na decisão do WH2, Julio Cesar Godoy iniciou melhor contra o indiano Munna Khalid, mas tomou a virada e ficou na segunda posição, 2 a 1, com parciais de 14/21, 21/19 e 21/18.

Fundador e diretor de conteúdo do Olimpíada Todo Dia

Clique para comentar

Você deve estar logado para postar uma comentário Login

Deixe um Comentário

Mais em Paralimpíada Todo Dia