Siga o OTD

Judô

Pimenta vence Menezes e conquista bronze no GP de Paris

Únicas brasileiras a chegarem na fase final do 1º dia do Grand Slam, Larissa bateu Sarah no golden score e faturou a 1ª medalha do Brasil

Teve Brasil no pódio no primeiro dia de competições do Grand Slam de Paris de judô. Na tarde deste sábado, Larissa Pimenta e Sarah Menezes reeditaram o combate do Aberto de Odivelas na semana passada disputaram o bronze. E quem levou novamente a melhor foi Larissa, conquistando a primeira e única medalha brasileira até aqui.

Com o resultado, a piauiense perde o terceiro confronto direto com a compatriota em torneios internacionais e com os 360 pontos conquistados em Paris, se complica na briga por Tóquio 2020.

A luta foi equilibrada e nenhuma das judocas conseguiu finalizar o combate, terminando ambas com dois shidos cada. Logo no início do golden score, Pimenta enfim encaixou um waza-ari e garantiu seu lugar no pódio.

Larissa Pimenta estreou direto na segunda rodada, na qual venceu duelo equilibrado com a francesa Faiza Mokdar. Nas oitavas, ela conquistou uma vitória por ippon sobre a polonesa Agata Perenc, avançando às quartas de final.

Desta vez, porém, ela caiu diante da italiana vice-campeã olímpica Odette Giuffrida, indo para a repescagem, onde reencontrou o caminho da vitória e superou a ucraniana Anna Surova por ippon para chegar ao duelo brasileiro com Sarah.

+INSCREVA-SE EM NOSSO CANAL NO YOUTUBE

Sarah Menezes, por sua vez, também entrou direto na segunda rodada e logo liquidou Gultaj Mammadaliyeva, do Azerbaijão, em duas quedas, avançando às oitavas. Na sequência, ela superou a sul-coreana Bokyeong Jeong, vice-campeã olímpica, nas punições para alcançar as quartas. E novamente, conquistou mais uma vitória, desta vez por ippon obre a francesa Anais Mosdier.

Na semifinal, porém, Sarah acabou parando diante de Distria Krasniqi, de Kosovo, depois de sofrer 3 shidos e perder no golden score, indo para disputa do bronze com Larissa Pimenta.

Mais brasileiros

Outros oito brasileiro estiveram em ação neste sábado. No feminino, Jéssica Pereira estreou com vitória por imobilização na categoria 57kg sobre Ichinkhorloo Munkhtsedev, do Azerbaijão. A brasileira, porém, sentiu uma lesão na perna esquerda e acabou não lutando na segunda rodada.

Veja a estreia de Jéssica em Paris:

Na categoria 63kg, Mariana Silva começou sua campanha na França com vitória na primeira rodada nas punições sobre a alemã Dena Pohl e revés na segunda para a canadense Catherine Beauchemin-Pinard.

Veja a vitória de Mariana sobre a alemã:

Ainda na categoria 63kg, Samara Oliveira fechou a participação feminina neste sábado. Ela estreou com vitória no golden score por waza-ari sobre a também alemã Nadja Bazynski, mas caiu na sequência para a japonesa Masako Doi, que imobilizou a brasileira até o ippon .

No masculino, dois representantes brasileiros na categoria 60kg. Allan Kuwabara se despediu cedo da competição, sendo eliminado logo na primeira rodada. Ele chegou a mobilizar o russo Yago Abuladze, que saiu do ossaekomi e, em seguida, projetou o brasileiro por ippon.

Na mesma categoria, Phelipe Pelim foi um pouco mais longe que o compatriota. Ele venceu o português Francisco Mendes com um belo ippon na primeira rodada, mas acabou caindo na segunda para o sul-coreano Won Jin Kin.

Willian Lima, na categoria 66kg, foi o brasileiro que chegou mais longe entre os homens. Ele entrou direto na segunda rodada e estreou com vitória sobre o jamaicano Davin Waldenburg, nas punições. Na terceira rodada, ele derrotou o georgiano Tornike Nagliashvili e avançou às oitavas.

No entanto, Willian acabou não conseguindo chegas às quartas de final, parando no sul-coreano Limhuan Kim. O brasileiro tinha leve vantagem de 2 shidos, mas sofreu o waza-ari nos segundos finais do tempo normal e foi eliminado.

Veja a estreia de Willian:

Por fim, na categoria 73kg, mais dois brasileiros estiveram em ação e ambos caíram na terceira rodada. Marcelo Contini venceu Oscar Pertelson, da Estônia, por ippon na primeira rodada e seguiu com outra vitória por ippon sobre o peruano Alonso Wong na segunda. Na terceira, porém, sofreu o revés diante do tricampeão mundial Masashi Ebinuma (JPN), mesmo depois de ter aberto um waza-ari de vantagem.

As vitórias de Contini:

Michael Marcelino estreou direto na segunda rodada e triunfou sobre o croata Julian Sancho com waza-ari. Na sequência, no entanto, ele sofreu três punições no combate contra o mongol Tsend-Ochir e acabou eliminado.

Assista à vitória de Michael:

A competição continua

Neste domingo, no último dia do Grand Slam de Paris, mais seis brasileiros estarão em ação, brigando por medalhas: Entre as mulheres, Beatriz Souza (+78kg) e Maria Suelen Altheman (+78kg), e entre os homens, Guilherme Schimidt (81kg), Leandro Guilheiro (81kg), David Moura (+100kg)  e Rafael Silva (+100kg).

Mais em Judô

viagra