Siga o OTD

Barbara Domingos - Mundial de Baku de Ginstica Rtmica em Baku - Foto Ricardo BufolinCBG

Ginástica Rítmica

Bárbara Domingos apresenta grande evolução, mas não consegue ir à final

Na Copa do Mundo de Tashkent, Bárbara Domingos mostrou grande evolução no arco e na bola em relação aos resultados em Sófia, na Bulgária, em março

Ricardo BufolinCBG

Bárbara Domingos apresenta grande evolução, mas não consegue ir à final

Começou nesta sexta-feira a etapa de Tashkent, no Uzbequistão, da Copa do Mundo de ginástica rítmica. Apesar de não ter conseguido classificação para a final, Bárbara Domingos, que aos poucos volta ao ritmo de competição depois do tempo parada por causa da pandemia e de uma lesão, mostrou grande evolução no arco e na bola em relação aos resultados obtidos no final do mês passado em Sófia, na Bulgária. Por outro lado, Natália Gaudio teve notas piores desta vez nos dois aparelhos.

O melhor resultado nesta sexta-feira foi os 21,800 conseguidos por Bárbara Domingos na bola. A ginasta tinha obtido apenas 17,350 em Sófia. Apesar da evolução, a brasileira ficou a 1,950 de conseguir uma vaga na final. Já Natália Gaudio, que tinha feito 18,250 na Bulgária, marcou 18,100 em Tashkent.

As classificadas para a final da bola foram as russas Arina Averina (27,900) e Dina Averina (27,450), as bielorrussas Anastasiia Salos (26,100) e Alina Harnasko (25,800), a búlgara Tatyana Vlozhanina, a eslovena Ekaterina Vedeneeva (24,200), a americana Laura Zeng (23,750) e a húngara Fanni Pigniczki (23,750).

No arco, Bárbara Domingos também melhorou. Depois de marcar 17,950 em Sófia, ela subiu para 19,100 em Tashkent. Natália Domingos foi melhor que a compatriota nesta sexta ao marcar 20,300, mas o resultado ficou bem abaixo dos 23,050 conquistados na Hungria em março, quando ela ficou a um décimo de conseguir vaga na final.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM, NO FACEBOOK E NO TIKTOK

As classificadas para a final do arco foram as russas Arina Averina (26,900) e Dina Averina (26,450), a bielorrussa Anastasiia Salos (25,000), a italiana Sofia Raffaeli (23,900), a americana Laura Zeng (23,400), as usbeques Ekaterina Fetisova (23,350) e Sabina Tashkenbaeva (23,250) e a letã Jelizaveta Polstjanaja (23,100).

No individual geral, após a disputa da bola e do arco, Arina Averina e Dina Averina estão empatadas na liderança com 54,350, seguidas por Anastasiia Salos, que tem 51,100. Enrre as brasileiras, Bárbara Domingos soma 40,900 e Natália Gaudio tem 38,400. Neste sábado serão disputadas as provas de maças e fita.

Mais em Ginástica Rítmica