Siga o OTD

Esportístico

Os brasileiros com mais medalhas em Campeonatos Mundiais

Cielo e Scheidt são os brasileiros mais condecorados em Mundiais de esportes olímpicos; veja quem mais está na lista

Cesar Cielo comemora medalha de ouro no Mundial de Esportes Aquáticos de 2013 (Satiro Sodré/rededoesporte.gov.br)

Hoje, o Esportístico traz a lista dos brasileiros com mais medalhas em Campeonatos Mundiais.

Para este levantamento, consideramos somente atletas de esportes disputados em Jogos Olímpicos, e apenas Campeonatos Mundiais adultos.

E, por esse critério, ninguém é maior que Cesar Cielo. O nadador subiu nada menos que 19 vezes ao pódio em Mundiais da modalidade, entre piscinas curta e longa, entre 2004 e 2018.

O maior medalhista olímpico do Brasil, o velejador Robert Scheidt, aparece logo atrás, com 17 conquistas entre 1993 e 2008.

Logo depois, um empate: a nadadora Ana Marcela Cunha, o canoísta Isaquias Queiroz e o ex-nadador Gustavo Borges possuem, cada um, 12 medalhas. Com vantagem para Isaquias, que possui mais medalhas de ouro (seis).

+ Siga o Esportístico no Instagram
+ Curta a página do Esportístico no Facebook
+ Conheça o canal do Esportístico no YouTube

Coleções invejáveis e que fazem com que seja uma tarefa homérica para qualquer atleta entrar nessa seleta lista.

Cesar Cielo (natação) – 19 medalhas

Campeonato Mundial de Esportes Aquáticos
6 ouros (2009: 50m e 100m livre; 2011: 50m livre e 50m borboleta; 2013: 50m livre e 50m borboleta) e 1 prata (2017: 4x100m livre)

Campeonato Mundial de Piscina Curta
5 ouros (2010: 50m e 100m livre; 2014: 100m livre, 4x50m e 4x100m medley), 1 prata (2004: 4x100m livre) e 6 bronzes (2010: 4x100m livre e 4x100m medley; 2014: 50m livre e 4x50m livre misto; 2018: 4x100m livre e 4x50m medlehy)

Robert Scheidt (vela) – 17 medalhas

Campeonato Mundial de Vela
12 ouros (classe laser: 1995, 1996, 1997, 2000, 2001 (duas vezes: mundial da classe e da ISAF), 2002, 2004, 2005, 2013; classe star: 2011, 2012), 3 pratas (classe laser: 1999, 2003; classe star: 2006) e 2 bronzes (classe laser: 1993; classe star: 2008)

Isaquias Queiroz (canoagem) – 12 medalhas

Campeonato Mundial de Canoagem de Velocidade
6 ouros (2013: C-1 500; 2014: C-1 500; 2015: C-2 1000; 2018: C-1 500 e C-2 500; 2019: C-1 1000) e 6 bronzes (2013: C-1 1000; 2014: C-2 200; 2015: C-1 200; 2017: C-1 1000; 2018: C-1 1000; 2019: C-2 1000)

Ana Marcela Cunha (maratona aquática) – 12 medalhas

Campeonato Mundial de Esportes Aquáticos:
5 ouros (2011: 25 km; 2015: 25 km; 2017: 25 km; 2019: 5 km e 25 km), 2 pratas (2013: 10 km; 2015: equipe 5 km) e 4 bronzes (2013: 5 km, 2015: 10 km, 2017: 5 km e 10 km).

Campeonato Mundial de Águas Abertas
1 bronze (2010: 5 km)

Gustavo Borges (natação) – 12 medalhas

Campeonato Mundial de Esportes Aquáticos
2 bronzes (1994: 100m livre e 4x100m livre)

Campeonato Mundial de Piscina Curta
4 ouros (1993: 4x100m livre; 1995: 200m livre e 4x100m livre; 1997: 200m livre), 4 pratas (1993: 100m livre; 1995: 100m livre; 1997: 100m livre; 2002: 200m livre) e 2 bronzes (1993: 4x200m livre; 1995: 4x200m livre)

Mais em Esportístico