Siga o OTD

Sabre feminino

Esgrima

Com dois pódios, Brasil encerra Pan-Americano por equipes

Equipe brasileira de esgrima se despede do Pan-Americano de esgrima com duas medalhas em seis armas

Com dois pódios, Brasil encerra Pan-Americano por equipes

Após seis dias de competição, nesta terça-feira (2) foi encerrado o Campeonato Pan-Americano de Esgrima. Os três primeiros dias foram de disputas individuais, enquanto os últimos três foram de combates por equipes. Apenas a espada feminina (prata) e o florete masculino (bronze) do Brasil saíram com medalhas.

+ CONFIRA TODOS OS RESULTADOS DA COMPETIÇÃO

Hoje entraram em ação as equipes brasileiras da espada masculina e do florete feminino, mas ambos ficaram pelo caminho e não chegaram perto do pódio.

O quarteto da espada masculina formado por Alexandre Camargo, Richard Grunhauser, Fabrizio Lazaroto e Athos Schwantes estreou fazendo 45 a 30 sobre a Costa Rica. Mas nas quartas, os brasileiros perderam para os Argentinos, por 45 a 44, e ficaram de fora da disputa por medalhas.

Na sequência, outra derrota, agora para a Venezuela, por 41 a 30. Na última chance, o quarteto venceu a Colômbia, por 45 a 38. Com as duas derrotas e uma vitória, a espada masculina brasileira se despediu do Pan-Americano de Esgrima no sétimo lugar.

Giulia Gasparin, Luiza Lee, Luana Pekelman e Karina Trois representaram o Brasil no sabre feminino. Mas logo de cara, as brasileiras perderam das canadenses, por 45 a 25.

Na briga pelo quinto lugar, as brasileiras venceram duas disputas. Primeiro passaram pelas dominicanas (45 a 41), e depois derrotaram as argentinas (45 a 36).

Mais em Esgrima