Siga o OTD

Escalada

Mundial de escalada confirma checo Adam Ondra como grande estrela da modalidade

Mundial de escalada confirma checo Adam Ondra como grande estrela da modalidade

O Mundial de escalada terminou neste domingo em Paris confirmando o checo Adam Ondra como a grande estrela do esporte, que vai fazer parte do programa olímpico em Tóquio 2020. O escalador foi medalha de ouro na categoria dificuldade e prata na boulder, quase repetindo o que fez na edição anterior do Mundial, quando ele foi campeão das duas modalidades.

Na dificuldade, Ondra ficou com o título, superando o austríaco Jakob Schubert e o francês Gautir Supper, que completaram o pódio. Já na boulder, o checo foi derrotado pelo japonês Tomoa Narasaki, que ficou com o ouro, mas ficou a frente do medalha de bronze Manuel Cornu, da França.

O Japão, aliás, foi o país que mais ganhou medalhas. Além do ouro de Nagasaki, ganhou uma prata e um bronze na boulder feminino, respectivamente, com Miho Nonaka e Akyio Noguchi. A vencedora da prova foi a suíça Petra Klinger.

A Rússia também somou três medalhas. Ganhou ouro com Ana Tsyganova na velocidade feminina, mesma prova em que a compatriota Iuliia Kaplina foi bronze. As duas escaladoras tiveram entre elas no pódio a francesa Annouk Jaubert, que ganhou a prata. O outro pódio do país foi com Aleksandr Shikov, que terminou em terceiro na velocidade masculina. A prova foi vencida pelo polonês Marcin Dzienski e teve o iraniano Reza Alipourshena em terceiro.

Fechando o Mundial, a categoria dificuldade feminina teve duas eslovenas no pódio. Janja Garnbret ganhou o ouro e Mina Markovic foi bronze. A belga Anek Verhoeven ficou com a prata.

Três atletas brasileiros participaram do Mundial, mas tiveram participação discreta e sequer passaram da primeira fase.

 

Mais em Escalada