Siga o OTD

Raul comenta luta por minutos na NBA: "estou no lugar certo"

Basquete

Raul comenta luta por minutos na NBA: “estou no lugar certo”

Layne Murdoch

Raul comenta luta por minutos na NBA: “estou no lugar certo”

Raul Neto, armador do Utah Jazz, e Rudy Gobert, pivô francês, participaram de evento na NBA Store com os fãs nesta segunda-feira (6), em São Paulo.

Um dos poucos representantes do Brasil na NBA, Raul Neto participou de uma sessão de autógrafos na NBA Store de São Paulo nesta segunda-feira (6). A ação também contou com a presença de Rudy Gobert, eleito o ‘Jogador de Defesa do Ano da NBA’ em 2018. O armador brasileiro e o pivô francês, companheiros no Utah Jazz, ficaram impressionados com o entusiasmo dos fãs presentes.

“Vir para o país onde eu cresci e ser reconhecido pelo basquete que eu jogo é sempre muito gratificante. Quando estou nos Estados Unidos, não sei a quantidade de gente que acompanha e torce por mim. E quando consigo ter esse contato com eles, me dá muita alegria e motivação para continuar trabalhando para ter cada vez mais fãs e ser mais reconhecido”, comentou Raulzinho.

“Foi incrível! Nós pensamos que o Brasil é o país do futebol, mas é ótimo ver os fãs. Há alguns anos, era eu ali, sonhando em conhecer um jogador. Acho que é importante para eles ter inspirações, faz acreditar que eles também podem”, acrescentou Gobert.

Camisa 25 na equipe americana, Raulzinho renovou o contrato por mais dois anos com a franquia de Salt Lake City. Animado, o jogador revelou o motivo que o fez escolher a permanência no Utah Jazz.

“A gente criou uma família. Principalmente nesse último ano, o grupo era muito unido e acho que todo mundo que acompanha o Jazz viu isso nas redes sociais e dentro da quadra. E isso foi um dos motivos pelos quais eu quis ficar”, contou o armador, relembrando a última temporada, quando a equipe alcançou os playoffs pela segunda vez consecutiva.

“É isso que eu quero para a minha carreira, continuar na NBA o máximo que eu puder. E o Jazz é um lugar perfeito para mim. Eu estou no lugar certo, mas vai ser sempre uma luta, uma dificuldade que eu vou ter que superar para ganhar meus minutos na NBA”, completou.

Seleção brasileira

Apesar de ainda não ter atuado sob o comando do técnico Aleksandar Petrovic, Raul está confiante com a renovação da seleção brasileira masculina de basquete, que atualmente disputa as Eliminatórias da Fiba para o Mundial da China, em 2019.

“Eu já estou na seleção há sete anos e ainda sou jovem e tenho muito o que demonstrar lá, e oportunidade eu vou ter. Tenho que continuar trabalhando e treinando, para na hora que chegar a chance, eu poder ajudar da melhor maneira possível”, considerou o armador.

Mais em Basquete